A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 16 de Janeiro de 2017

05/05/2014 16:55

Acordo assegura transporte para estudantes em escola no Pantanal

Marta Ferreira
Estudantes estavam indo a pé ou a cavalo para escola no Pantanal. (Foto:Divulgação MPF)Estudantes estavam indo a pé ou a cavalo para escola no Pantanal. (Foto:Divulgação MPF)

A Prefeitura de Corumbá, em audiência realizada na Justiça Federal, se comprometeu a realizar, em veículo apropriado, o transporte de estudantes da comunidade Ribeirinha Bracinho, para que eles possam voltar às aulas, já a partir de hoje. A sede da escola onde estudam mudou, e agora fica a 20 km da comunidade, trecho que os estudantes percorriam a pé ou a cavalo.

O MPF (Ministério Público Federal ) foi à Justiça e foi feito um acordo. Durante a audiência, , fotografias e vídeos mostraram o complicado trajeto percorrido pelos estudantes de Porto Sairú. Segundo o MPF, o caminho até a nova sede, entre corixos e vazantes, além de longo, sujeitava os jovens a acidentes com animais selvagens.

Histórico – A Escola Municipal Rural Polo Esperança – Extensão Sebastião Rolon, onde os estudantes são matriculados, funcionou, durante 40 anos, na própria comunidade, localizada às margens do rio Taquari. O estabelecimento foi desativado após solicitação do dono da área, conforme o MPF.
De início, a solução apresentada pelo Município foi a criação de um regime de semi-internato, no qual as crianças estudariam em período integral, de segunda a quinta-feira, ficando alojadas com professores durante a semana. Os moradores não aceitaram a proposta e optaram pelo transporte escolar, gratuito e diário – direito assegurado pela legislação.

A promessa da prefeitura de assegurar o transporte suspende a ação que havia sido movida pelo MPF até 8 de maio, quando haverá inspeção para avaliar o transporte oferecido pela Prefeitura. Caso o Município descumpra o acordo, a Prefeitura poderá ser multada.

Mesmo com o acordo, Município, União e Secretaria de Educação ainda podem ser condenados a pagar a indenização no valor de R$ 50 mil por danos morais coletivos sofridos pelas crianças e adolescentes durante o período em que não puderam frequentar as aulas.

Veja Mais
Gestante e adolescente se ferem em capotamento na BR-262
Motociclista fica gravemente ferido ao colidir moto em carreta na MS-276

Motociclista fica gravemente ferido ao colidir moto em carreta na MS-276
Ednei Alves de Macedo, 31, ficou gravemente ferido ao colidir a moto que conduzia em uma carreta canavieira na MS-276 entre Amandina a Ivinhema, dist...
Jovem de 24 anos é morto a tiros em frente de casa por dupla em moto
Alex Pereira Gomes, 24, morreu após ser atingido por vários tiros em frente da casa em que morava, no bairro Residencial Pindorama, em Sidrolândia, d...
Gangues se enfrentam e trocam tiros em avenida movimentada de Corumbá
Briga entre duas gangues na avenida General Rondon, em Corumbá - cidade localizada a 419 km de Campo Grande -, provocou um tiroteio que assustou os m...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions