A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

02/06/2015 19:24

Adolescente confessou que sufocou bebê por não saber quem era o pai

Mariana Rodrigues
Delegado responsável pelo caso, Antonio Souza Ribas Júnior. (Foto: Lise Jones)Delegado responsável pelo caso, Antonio Souza Ribas Júnior. (Foto: Lise Jones)

O delegado-adjunto Antonio Souza Ribas Júnior, da Delegacia de Polícia Civil de Aquidauana - distante a 135 km de Campo Grande, disse que a adolescente acusada de matar o filho recém-nascido, confessou em depoimento que sufocou o bebê até a morte e o jogou no cesto de roupa suja de seu quarto.

Veja Mais
Mulheres tentam roubar bebê de mãe dentro de ônibus no terminal Morenão
Adolescente é acusada de matar recém-nascido para esconder gravidez

Segundo o delegado, a jovem teria relatado que entrou em trabalho de parto durante a tarde do último sábado (30), e deu a luz por volta das 20h. Ela teria cometido o crime porque ficou com medo da família, já que havia se relacionado com vários rapazes e não sabia quem era o pai. A adolescente que tem 17 anos, fará 18 daqui a dois dias.

A jovem ficou internada de domingo pra segunda, recebeu alta ontem a tarde e foi ouvida pela delegada de plantão a noite. De acordo com Ribas, ela vai responder por homicídio qualificado por motivo fútil e ocultação de cadáver. Após ser ouvida a adolescente foi liberada. "A delegada que atendeu a adolescente, entendeu que não houve necessidade de apreendê-la em flagrante".

A criança foi levada pela irmã e pela mãe da menor, para o hospital e depois foi encaminhada para o IML (Instituto Médico Legal), onde foi realizada autópsia. O recém-nascido foi sepultado na tarde desta terça-feira (2) no município.

O caso veio à tona, após a jovem procurar atendimento no Hospital Regional Dr. Estácio Muniz, em Aquidauana. A diretora administrativa, Ana Lúcia Guimarães Alves Correa e o diretor clínico do hospital, Nei Pires Borges, disseram que a menor chegou ao hospital acompanhada da mãe, no domingo (31), por volta da 13h30, com sangramento intenso.

Ao ser atendida pelo médico plantonista, ela foi encaminhada para o médico obstetra que também estava de plantão. "O médico constatou, através de exames, que ela estava com dilatação e útero baixo, seios com leite e apresentava um ferimento no períneo, mas ela a todo momento negava o suposto parto e entrava em contradição", afirma os responsáveis pelo hospital. O médico, Marcos Rondon, fez a curetagem e acionou a Polícia Militar para tomar as devidas providências.

Como a menor estava acima do peso, a família não desconfiou da gestação.

Colaborou com a matéria, Giselli Figueiredo.

Mulheres tentam roubar bebê de mãe dentro de ônibus no terminal Morenão
Um mulher de 32 anos passou por apuros, no começo da noite de ontem (2), ao quase ter a filha pequena roubada dentro de um ônibus do transporte colet...
Adolescente é acusada de matar recém-nascido para esconder gravidez
Uma adolescente de 17 anos é suspeita de matar o filho recém-nascido em Aquidauana, a 135 km de Campo Grande. O crime veio à tona na manhã desta terç...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions