A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 02 de Dezembro de 2016

15/08/2014 08:14

Adolescentes espancam menino de 13 anos e filmam tortura

Luciana Brazil
O trio foi apreendido na noite de ontem. (Foto: 94 FM)O trio foi apreendido na noite de ontem. (Foto: 94 FM)
A vítima ficou com marcas da agressão pelo corpo. (Foto: 94 FM)A vítima ficou com marcas da agressão pelo corpo. (Foto: 94 FM)

Um menino de 13 anos foi espancado na tarde de ontem (15), em Dourados, a 233 quilômetros de Campo Grande, por três adolescentes de 13, 14 e 15 anos. A vítima foi atacada com socos e pontapés e foi agredida também com um pedaço de mangueira. Os agressores filmaram a tortura com o celular do menino. O espancamento durou cerca de cinco minutos e o garoto chegou a desmaiar.

Veja Mais
Estado de saúde de menino abusado por adolescentes é considerado grave
Usina de energia deve gerar R$ 65 milhões de receita ao ano para o município

De acordo com o site Dourados Agora, a vítima reside no Parque das Nações e estuda em uma escola pública. Ontem, ele seguia pela Rua Nicarágua quando parou junto aos adolescentes que estavam em frente a uma casa. O menino reconheceu o adolescente de 13 anos com quem já havia estudado e resolveu pedir um copo d'água.

O trio tomou o celular dele e o obrigou a entrar na residência, em direção ao quintal. Enquanto um deles filmava, o outros torturavam o menino. O adolescente chegou a desmaiar. O trio reanimou o rapaz, obrigou ele tirar a camiseta do uniforme escolar e passou a espancar novamente. Eles chegaram a colocar a faca no pescoço do estudante, que ficou marcado.

Enquanto batiam e riam da situação, tudo era filmado. Depois do crime, a vítima foi para casa e a família acionou a PM (Polícia Militar).

Policiais do Getam (Grupo Especializado Tático Motorizado) localizaram e apreenderam os três adolescentes ainda na noite de ontem. O rapaz mais violento do grupo, que tem 15 anos e morava em Naviraí, a 366 quilômetros da Capital, foi mandado para a casa de uma tia em Dourados porque tinha apresentado problemas naquele município. Os três negaram a violência, mas diante das imagens foram apreendidos em flagrante.

Assista ao vídeo:




São esses os "bandidos mirins" que o ECA e organismos de direitos humanos teimam em proteger. Oras, se tortura é crime hediondo para os adultos, de igual forma deveria ser para essa bandidagem "di menor". Ou mudamos radicalmente nossa legislação, ou, muito em breve,a segurança em nosso país ficara insustentável.
 
Luis Fernando Ferreira da Silva em 15/08/2014 22:28:53
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions