A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

01/12/2010 15:36

Advogado de Dourados é condenado a 42 anos de prisão por pedofilia

Redação

O advogado Antonio Paulo de Amorim, de 53 anos, foi condenado pela 1ª Vara Criminal de Dourados a 42 anos e quatro meses de prisão pelo crime de pedofilia. Ele foi preso em novembro do ano passado, quando confessou que mantinha relações sexuais com menores.

A condenação do advogado foi intermediada pelo Ministério Público Estadual, que apresentou denúncia por meio do promotor de justiça Amilcar Araújo Carneiro Júnior.

Antonio Paulo de Amorim foi preso no dia 19 de novembro de 2009 em seu escritório no centro de Dourados. No local, foram recolhidos fitas de vídeo e DVD, onde o advogado aparece mantendo relações sexuais com adolescentes. Além disso, 97 CDs com material pornográfico foram apreendidos.

O advogado confessou o crime de pedofilia e disse ainda que estava apaixonado por uma menina de 13 anos, parente de uma das ex-mulheres de Antonio. Ele continua preso no Presídio Harry Amorim Costa, em Dourados.

A prisão de Antonio ganhou repercussão por conta da CPI da Pedofilia, que esteve em Dourados. O senador Magno Malta (PR-ES), membro da CPI, solicitou documentos para acompanhar o caso.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions