A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

14/07/2011 09:20

Advogado de enfermeiro diz que polícia está na “estaca” zero em caso Marielly

Aline dos Santos
Suspeito de fazer aborto malsucedido, Jodimar se entregou ontem na delegacia. (Foto: Simão Nogueira)Suspeito de fazer aborto malsucedido, Jodimar se entregou ontem na delegacia. (Foto: Simão Nogueira)

Advogado do enfermeiro suspeito de fazer o aborto que resultou na morte de Marielly Barbosa Rodrigues, David Moura de Olindo afirma que a polícia está na “estaca zero” na investigação do caso.

O enfermeiro Jodimar Ximenes Gomes se entregou ontem na delegacia de Sidrolândia, cidade onde mora, após ter prisão temporária decretada. A justiça também determinou a prisão de Hugleice da Silva, cunhado de Marielly. Ele deve se entregar nesta quinta-feira.

Conforme o advogado David Olindo, o pedido de relaxamento da prisão de Jodimar será apresentado até segunda-feira. “Nunca chamaram o Jodimar para prestar esclarecimento. E ele tem endereço certo, profissão definida e foi encontrado todas as vezes”, justifica.

O advogado ainda questiona porque materiais como a maca e o celular só foram apreendidos ontem, treze dias depois da primeira apreensão feita na casa do suspeito. No imóvel, foram encontrados vários materiais cirúrgicos e medicamentos, mas nenhum para uso exclusivo em casos de aborto.

Ontem, o delegado Fabiano Nagata, responsável pelo caso, afirmou que as prisões deixam a polícia mais perto de esclarecer o crime. Ele não deu detalhes sobre os motivos para mandar prender o cunhado da vítima e o enfermeiro.

As prisões temporárias foram decretadas pela juíza Silvia Eliane Tedardi da Silva, da comarca de Sidrolândia, e valem por 30 dias.

Marielly desapareceu no dia 21 de maio. Ela saiu de casa no Jardim Petrópolis, em Campo Grande, dizendo que iria resolver "um problema" e depois iria ver o namorado. Ela não foi mais vista.

Na tentativa de localizar a jovem, a família realizou manifestação na rua e distribuição de panfletos com a foto da garota. O desaparecimento teve desfecho trágico. O corpo da jovem foi encontrado em um canavial, em Sidrolândia, no último dia 11 de junho.




a gente vem acompanhando esse caso, e nao sei porque a justiça iria pedir prisao preventiva dos dois , se eles nao tem nada a ver com o caso nao seria o correto ouvir e soltar , entao esse negocio ta andando meio sem informaçao para nos.
 
luiz fernandes em 14/07/2011 11:20:36
É papel da defesa, a todo modo, tentar desarticular na tentativa livrar da acusação seu cliente. O advogado de defesa é pago para isso, para tentar livrar seu cliente da acusação.
 
Marcelo Max em 14/07/2011 09:58:46
a casa caiu gurizada. !!!!!!!!!!!!!
 
claudemir dias em 14/07/2011 09:44:38
É difícil para a sociedade lidar de forma serena com prisões de "suspeitos". Mas é necessário esclarecer uma coisa: nenhum supeito pode ser considerado criminoso por quem quer que seja. Uma suspeita pode levar a um crime, mas o crime só é desvendado mesmo com as provas. Por isso, todo suspeito merece a mais ampla defesa até que se prove sua culpa ou sua inocência. E há outro problema: quem irá pagar pela humilhação de um suspeito que passou pela prisão antes de ser considerado inocente? É uma situação muito delicada para todos, inclusive para as autoridades envolvidas na apuração dos fatos.
 
Josias Dias da Costa (Goiânia - GO) em 14/07/2011 02:58:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions