A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

28/04/2015 11:00

Afastamento de secretária prejudica serviços de saúde, reclama prefeito

A gerente de Saúde de Naviraí foi afastada no dia 31 de março a pedido do MP; prefeito diz que afastamento compromete serviços

Helio de Freitas, de Dourados
Prefeitura afirma que atendimento de saúde melhorou com mudanças implantadas pela gerente, afastada do cargo pela Justiça (Foto: Divulgação)Prefeitura afirma que atendimento de saúde melhorou com mudanças implantadas pela gerente, afastada do cargo pela Justiça (Foto: Divulgação)

A prefeitura de Naviraí, cidade a 366 km de Campo Grande, informou nesta terça-feira que o afastamento por 180 dias da gerente de Saúde, Anelize Andrade Coelho, ocorrido no dia 31 de março deste ano, está prejudicando os serviços de atendimento à população do município do Cone Sul de Mato Grosso do Sul. Ela está afastada do cargo por determinação do juiz Eduardo Magrinelli Junior, que atendeu pedido do promotor de Justiça Daniel Pivaro, que investiga suspeita de irregularidades na distribuição de medicamentos.

Veja Mais
Ação do Gaeco na prefeitura de Naviraí investiga distribuição de remédios
Operação do Gaeco na prefeitura apura irregularidades na saúde de Naviraí

Por meio da assessoria, o prefeito Léo Matos (sem partido) se disse preocupado com a questão, uma vez que a ausência da gerente de Saúde pode impactar no atendimento aos moradores.

Para Léo Matos, o afastamento, Já está causando problemas e desequilíbrio na gestão do setor. “A minha preocupação é com o bom andamento das questões que mexem com a saúde da população”, disse o prefeito, reconhecendo, no entanto, a importância de se investigar as denúncias, “mas que tudo poderia ser feito sem prejuízo ao andamento dos trabalhos”.

Anelize Coelho e o servidor Éder Felipe Souza Lima foram afastados no dia em que o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) realizou na cidade a Operação Remédio Controlado. Lima teria sido citado nas gravações feitas pela Polícia Federal no ano passado como suposto participante de um esquema operado pelo ex-presidente da Câmara, Cícero dos Santos, para fraudar a distribuição de medicamentos.

Atendimento melhorou – “O município de Naviraí tem se destacado no Estado por um modelo de gestão de saúde que representa os maiores avanços dos últimos dois anos. Os investimentos e o novo formato de gerenciamento implantado pela atual administração têm refletido diretamente em melhorias no atendimento para a população. O tempo de espera para um atendimento médico não passa de 30 a 40 minutos, mesmo em dias de pico”, afirma a prefeitura.

Ainda de acordo com o município, um dos segredos para o resultado foi a contratação de dois médicos para o plantão do pronto socorro local, número que será aumentado para três a partir de 1º de maio.

“No mesmo compasso em que evolui a qualidade do trabalho também chegam os problemas. O último foi provocado pelo afastamento, a pedido do MPE, da gerente de Saúde Anelize Andrade Coelho, responsável pela condução dessa reformulação”, afirma a assessoria de Léo Matos.

Conforme a prefeitura, o município até possui servidores capacitados para a função, porém não querem assumir a responsabilidade. “Receosos com o risco de ficarem expostos por causa das sucessivas ações, hora por atender ou em outros momentos por não realizar o atendimento que o gestor está sujeito, os servidores com perfil para o cargo não querem assumir a pasta”.

Léo Matos, prefeito de Naviraí, disse que afastamento de gerente de saúde afeta atendimento a moradores (Foto: Divulgação)Léo Matos, prefeito de Naviraí, disse que afastamento de gerente de saúde afeta atendimento a moradores (Foto: Divulgação)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions