A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

25/11/2016 16:58

Agente feita refém é liberada após uma hora de motim em prisão feminina

Detentas solicitaram transferência da unidade atual para outra penitenciária do Estado

Fernanda Yafusso
Detentas iniciaram rebelião no presídio feminino na tarde desta sexta-feira (Foto: Rio Brilhante em Tempo Real)Detentas iniciaram rebelião no presídio feminino na tarde desta sexta-feira (Foto: Rio Brilhante em Tempo Real)
As seis internas foram encaminhadas para a delegacia local após a rebelião (Foto: Rio Brilhante em Tempo Real)As seis internas foram encaminhadas para a delegacia local após a rebelião (Foto: Rio Brilhante em Tempo Real)

Terminou por volta das 16h rebelião no Presídio Feminino de Rio Brilhante, distante 163 km de Campo Grande, realizada por seis detentas que exigiam a transferência da unidade atual para outras penitenciárias do Estado. Durante o motim, uma agente foi feita de refém.

Veja Mais
Detentas iniciam rebelião e fazem agente de refém em presídio
Agente marcado para morrer coloca Máxima em alerta redobrado

Em nota, a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) informou que, após uma hora de rebelião, o juiz corregedor da comarca, Jorge Tadashi Kuramoto, esteve no local e solucionou a movimentação, que envolveu seis internas.

Já a agente penitenciária feita refém pelas internas durante o motim não sofreu ferimentos e foi dispensada do serviço. Além disso, ela receberá acompanhamento do Núcleo de Atenção Psicossocial da Agepen, conforme a fonte oficial.

Segundo o diretor-presidente da Agepen, Ailton Stropa Garcia, foi deslocado efetivo do presídio masculino da cidade para auxiliar nos serviços, sob o comando do diretor, Manoel Machado.

"Toda ação foi acompanhada e conduzida pela diretora da unidade feminina, Ligia Maria Asato Dorta. Será registrado o flagrante e as internas responderão pelo crime cometido contra a servidora. Para segurança da unidade, as seis presas envolvidas no tumulto foram retiradas do estabelecimento penal e serão encaminhadas para outros presídios do Estado, onde serão alojadas em cela disciplinar".

Servidores voluntários de Campo Grande e Dourados; e o diretor de Operações da agência penitenciária, Reginaldo Régis, estão se dirigindo para a unidade prisional para reforçar a segurança no presídio e auxiliarem na realização de uma operação pente-fino no local. Além disso, cães treinados do presídio semiaberto de Dourados serão utilizados na operação.

De acordo com informações do site Rio Brilhante em Tempo Real, as internas foram identificadas como Alessandra Almeida da Silva, Fabrícia Cabo Batista, Alcione Rodrigues de Lima, Erica Araújo Rocha, Renata Amaral da Silva e Claudia Mayana Trindade Leite.

Todas foram conduzidas para a Delegacia de Polícia Civil de Rio Brilhante e serão autuadas em flagrante por sequestro e cárcere privado.

Segunda rebelião - Esse é o segundo caso de rebelião e pedido de transferência que ocorre somente nesta semana.

Na segunda-feira (21), três detentas do presídio feminino de Três Lagoas, distante 338 km de Campo Grande, iniciaram um motim e também fizeram uma agente penitenciária refém. O caso foi solucionado após duas horas e a refém foi liberada.

Detentas iniciam rebelião e fazem agente de refém em presídio
Duas detentas, que não tiveram a identificação revelada, iniciaram agora há pouco um motim no Presídio Feminino de Rio Brilhante, distante 163 km de ...
Curso de formação de agentes penitenciários terá aula inaugural na quarta
Acontece na próxima quarta-feira (23) em Campo Grande a aula inaugural do curso de formação de 438 agentes penitenciários, que foram aprovados em con...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions