A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

28/01/2015 11:43

Agepen contesta abuso por dez horas, mas promete apurar violência sexual

Helio de Freitas, de Dourados, e Luciana Brazil

A Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) de Mato Grosso do Sul contestou a informação de que o detento de 32 anos, supostamente violentado por dois colegas de cela em Dourados, tenha sofrido o abuso por dez horas seguidas. Através da assessoria de imprensa, o departamento que cuida dos presídios do Estado alega que essa informação não faz parte do Boletim de Ocorrência e a direção da penitenciária também não confirma esse dado.

Veja Mais
Polícia investiga violência sexual de dois presos contra colega de cela
Dupla é presa e confessa ter matado homem a pedradas e garrafadas

Apesar de questionar a informação sobre o tempo em que teria durado o abuso, a Agepen não negou que um interno sob responsabilidade do Estado tenha sido violentado sexualmente dentro da cela e promete apurar o caso. Ainda de acordo com a assessoria, inicialmente o detento de 32 anos teria afirmado que apenas um interno tinha cometido o abuso e só depois, no depoimento aos policiais civis, acusou o outro preso de participar da violência sexual.

Ao Campo Grande News, a assessoria das Agepen informou que o detento fez exame de corpo de delito e depois foi colocado em outra cela, também na ala disciplinar. O caso é investigado pelo 2º Distrito Policial de Dourados.

Polícia investiga violência sexual de dois presos contra colega de cela
Policiais civis de Dourados, a 233 km de Campo Grande, estão investigando a denúncia de que um detento de 32 anos teria sido violentado sexualmente p...
Dupla é presa e confessa ter matado homem a pedradas e garrafadas
A Polícia Civil de Anastácio, cidade a 135 quilômetros de Campo Grande, prendeu na última quarta-feira (07), dois suspeitos de terem cometido um homi...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions