A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

04/03/2011 18:28

Obras na área dos trilhos em Corumbá dependem de projeto, diz ALL

Jorge Almoas

Prefeitura acusa empresa de parar obras, que causaram alagamentos na cidade

A empresa ALL (América Latina Logística) informou nesta sexta-feira que as obras na área dos trilhos em Corumbá não avançaram porque a prefeitura do município não apresentou o projeto necessário para que a interferência seja realizada.

Na última segunda-feira, uma forte chuva atingiu Corumbá, dando início a uma série de problemas, como alagamentos e deslizamentos em bairros da região portuária do município.

Na ocasião, a prefeitura alegou que a interrupção dos serviços da ALL nas obras da galeria subterrânea no bairro Centro América foi a principal razão dos alagamentos na região e no Bairro Universitário.

Segundo o ALL, a solicitação de um projeto executivo, que esteja de acordo com as obrigações da ANTT (Agência Nacional dos Transportes Terrestres), foi realizada, mas a prefeitura não o apresentou.

De acordo com a empresa, para que obras sejam realizadas pelo método não-destrutivo – que não interrompe o transporte de cargas – é preciso analisar as carcteríriscas do solo. Tudo isso depende de projeto da municipalidade.

A assessoria de imprensa da prefeitura de Corumbá divulgou nota informando que em julho de 2009 solicitou reunião com a ALL, mas não obteve retorno.

O secretário de Infraestrutura e Serviços Urbanos, Ricardo Campos Ametila, explicou que a execução da obra demanda a retirada dos dormentes e parte dos trilhos. Segundo Ametila, a ALL quer construir um túnel, com uso de equipamentos especiais, o que encareceria o projeto e tornaria inviável por causa do terreno rochoso de Corumbá.

Somente na segunda-feira, choveu 160 milímetros de chuva em Corumbá, causando estragos em diversos bairros.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions