A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

17/02/2014 19:28

ALL lamenta acidente e diz realizar campanhas sobre cuidados em transpor linha

Filipe Prado

A ALL (América Latina Logística) emitiu uma nota lamentando o acidente ocorrido na tarde de hoje (17) em Chapadão do Sul, a 321 quilômetros de Campo Grande. Um trem da empresa colidiu com um caminhão carregado com 17 novilhos, na passagem de nível da estrada municipal na divisa das fazendas Catléia e Estiva.

Veja Mais
Pedestre é atropelado na calçada por veículo que disputava racha
Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto

De acordo com a assessoria de imprensa da ALL, frequentemente eles realizam campanhas educativas para alertar os motoristas sobre os cuidados em transpor a linha férrea. Eles também afirmaram que, de acordo com o Código Nacional de Trânsito, no Artigo 212, a ferrovia é preferencial, “considerado infração gravíssima transpô-la sem parar” e que um trem leva mais de 500 metros para conseguir paralisar totalmente.

11, das 17 novilhas, morreram na hora ou foram sacrificadas, pois estavam muito machucadas. O condutor do caminhão, de acordo com o site Jovem Sul News, não saiu ileso, como afirmado anteriormente. Ele sofreu um corte profundo no rosto e foi levado para o Pronto Socorro do Hospital Municipal de Chapadão do Sul.

Parte da locomotiva da ALL (América Latina Logística) descarrilou e o maquinista parou cerca 100 metros do local do impacto.

Pedestre é atropelado na calçada por veículo que disputava racha
Homem de 26 anos sofreu fratura no crânio e várias escoriações após ser atropelado quando transitava por volta das 3h30 de hoje (10) por uma calçada ...
Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Em oito dias de atendimentos da Carreta da Justiça em Taquarussu - município localizado a 332 km de Campo Grande -, o projeto do TJ-MS (Tribunal de J...



Esses motoristas de caminhão de boi em sua maioria "INFELIZMENTE" são maus condutores, aqui em Campo Grande mesmo se vê estes veículos carregados em alta velocidade e trafegando em horários e locais que em minha opinião não poderiam. Aí esse condutor encontrou um páreo duro, não sei se não viu o trem, mas sinceramente não ver um trem e não ouvi-lo é muito difícil, sem contar que em MS o trem só consegue trafegar a 30 Km/h devido a situação precária da malha.
Dos males o menor feriu-se, mas está vivo, o problema agora vai ser arcar com os prejuízos das novilhas e o reparo da locomotiva e possivelmente o da linha férrea, pois o descarrilamento de um trem sempre afeta os trilhos. E principalmente o do caminhão que é seu ganha pão. Agora pense se está dirigindo corretamente...
 
GIlson Gomes em 18/02/2014 06:34:33
Esse motorista foi muito imprudente. dispensa comentários.
 
João Alves de Souza em 17/02/2014 20:51:16
O que custa colocar cancelas, ou pelo menos luzes sinalizadores nos cruzamentos para anunciar a chegada de um trem. Isso inclusive possibilita maior velocidade dos trens, já que a velocidade não precisa mais ser baixo suficiente para pessoas conseguir sair dos trilhos.
Assim, os trens podem andar a 80 ou 120 km/h, como no resto do mundo, fazendo que a ferrovia se torna uma opção serio para o transporte de cargas em vez de uma piada.
 
Marcos da Silva em 17/02/2014 20:05:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions