A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

08/09/2011 17:27

Aluno cego terá acompanhamento especializado durante curso na UEMS

Edmir Conceição*

Aluno de Tecnologia em Agroecologia, Jhon Lenon contou com o auxílio de duas colegas de curso, ambas bolsistas do Programa de Assistência Estudantil da Universidade.

Aluno de Tecnologia em Agroecologia, Jhon Lenon Aluno de Tecnologia em Agroecologia, Jhon Lenon

No processo seletivo da UEMS em 2011, a unidade de Glória de Dourados recebeu um aluno que tem mudado a forma como a comunidade acadêmica local enxerga a educação. A deficiência visual de John Lenonn Rodrigues de Oliveira não o impediu de ver no ensino universitário uma oportunidade concreta de crescer na vida.

Aluno de Tecnologia em Agroecologia, Jhon Lenon contou com o auxílio de duas colegas de curso, ambas bolsistas do Programa de Assistência Estudantil da Universidade. “Elas retransmitiam todo o conteúdo passado pelos professores em Power Point ou PDF para o Word e, assim, um programa que eu tenho fazia a leitura falada dos textos no computador”, explica Lenonn. Como o primeiro semestre é composto em sua maior parte por conteúdos teóricos, a estratégia foi eficiente e o permitiu acompanhar as disciplinas normalmente.

Sabendo da chegada das disciplinas práticas, a UEMS agilizou a contratação de um professor que acompanhará Lenon nas atividades em laboratório e em campo, além de fazer adaptações de textos para o braile. O resultado da seleção do novo professor, Márcio Alves Teixeira, foi divulgado nesta semana pela Divisão de Recursos Humanos da Universidade.

“Como no primeiro semestre ele se saiu bem sem o acompanhamento especializado, com a chegada desse professor eu acredito que o John Lenonn será forte candidato a concursos e outras oportunidades de emprego”, diz a gerente da unidade Letícia Andrade.

A adaptação de Lenonn também contou com amplo suporte da Secretaria Estadual de Educação, por meio da coordenadora de Educação Especial em Glória de Dourados, Nilda Polizer. A educadora auxiliou o aluno na familiarização com o prédio da Universidade e deu instruções práticas aos servidores sobre como lidar com alunos que convivam com qualquer tipo de deficiência.

Quanto ao futuro profissional, Lenonn ainda não decidiu onde pretende atuar, apesar de gostar da ideia de ser aprovado em algum concurso público. O garoto que não se acanha com as dificuldades prefere dar um passo de cada vez, estudando, se capacitando e fixando os olhos naquilo que pode ver muito bem: um futuro melhor conquistado com luta e superação.

(*) Com informações da Assessoria de Imprensa da UEMS)

Idoso sofre sequestro relâmpago por supostos vendedores na fronteira
Idoso de 61 anos e brasileiro, sofreu um sequestro relâmpago na manhã deste domingo (4), enquanto descia do seu veículo para realizar compras no lado...
Concurso Beleza Negra acontece na próxima sexta-feira em Dourados
A cidade de Dourados - que fica a 233 km de Campo Grande - recebe na próxima sexta-feira (9), a partir da 19h, a primeira edição do Concurso Beleza N...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions