A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

04/08/2012 20:22

Amigos e familiares de jovem morto por PM protestam em Naviraí

Nicholas Vasconcelos

Parentes e amigos de rapaz morto por PM protestaram pelas ruas de Naviraí. (Foto: Portal do MS)Parentes e amigos de rapaz morto por PM protestaram pelas ruas de Naviraí. (Foto: Portal do MS)

Amigos e familiares de Rodrigo Pereira dos Santos, 19 anos, protestaram neste sábado (4) em Naviraí, distante 366 quilômetros de Campo Grande. O jovem foi morto no sábado (28) pelo subtenente da PM (Polícia Militar) Reinaldo Gonçalves, 47 anos.O crime foi no sábado (28) no bairro Harry Amorin Costa.

De acordo com parentes do rapaz, não houve discussão ele atendeu ao pedido para que baixasse o som do carro. Rodrigo tinha uma filha de três meses e tinha o sonho de ser policial.

Testemunhas ouvidas pela Polícia Civil confirmaram que a discussão foi provocada por conta do som alto do carro da vítima.

Segundo o site Portal do MS, a passeata começou na frente da casa de Rodrigo e percorreu as principais ruas da cidade. Cartazes com pedidos de justiça e camisetas com a foto da vítima foram usados pelos manifestantes.

Rodrigo era vizinho do policial e estacionou o carro com o som ligado em frente de casa. O militar, que estava de folga, foi até o local reclamar e os dois começaram uma discussão. A vítima foi baleada no peito com um disparo de pistola ponto quarenta e morreu no local.

O subtenente foi preso em flagrante por homicídio doloso e transferido para o Presídio Militar, em Campo Grande. De acordo com nota da PM, Reinaldo estava bêbado e deve permanecer preso até o fim do processo.

Policial que matou vizinho por causa de som alto é trazido para presídio militar
O militar trabalhava em Naviraí e ontem à noite, enquanto estava de folga, discutiu e matou um vizinho, pelo volume do som que o jovem ouviaO subten...
Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
A Sanesul e a prefeitura de Nova Alvorada do Sul - cidade localizada a 120 km de Campo Grande - terão que criar no município rede coletora e estação ...



ele foi um covarde se fosse com ele não tinha nenhum policial lá de guarda.
 
kassila caroline em 08/08/2012 11:11:24
Não aprovo a conduta do policial. Mas sofri o que ele sofreu. Outro dia meu vizinho ouvia som alto em sua casa, e era constante. Estavamos(vizinhos) indignados com a situação. Ao pedir para baixar o som. O mesmo entrou em sua casa e sacou um revolver pra mim, mas cosegui desarma-lo. Seus parentes o apoiaram, mas os vizinhos não. Até qdo vamos passar a mão na cabeça de nossos filhos hein?!!!
 
felipe delcanhe em 05/08/2012 12:04:58
Eu também acho que foi um ato impensável por parte do policial ,mais temos que concordar um coisa, quando um não quer dois não briga, gostaria de saber se fosse o policial que tivesse morrido teria passeata para ele.
Foi criada uma lei do silêncio, para que eu me pergunto.
 
fagner.souza em 05/08/2012 09:29:38
O policial errou? sim. Mas, ninguém merece esses babacas com esses lixos sonoros em alto volume. Geralmente, esses indivíduos que não respeitam o próximo, adoram incomodar os vizinhos com seus pessimos gosto musical.
Engraçado, depois que morrem viram santo...
 
Juan Charlymoon em 05/08/2012 07:04:10
Foi um ato estúpido e violento por parte desse policial,mas protestar o que??? O policial esta preso,e respondera pelo homicídio na forma da lei.
 
arivaldo paiva em 05/08/2012 06:54:48
É, agora o carinha era "coitadinho", né? E quando ele colocava o som do seu carro numa altit ude insupoortável,m porque nunca ningiuém faltou para ele que tava errado, ou se falou, ele sse sentia o dono da cocada preta? Pena o policial que ta preso, por uma irresponsabilikdade de um moleque, que certametne se achava o dono do pedaço. Que sirva de exemplo pra os carinhas daqui da capital......
 
Gilson Giordano em 04/08/2012 09:30:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions