A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

14/11/2014 14:35

André autoriza dia 17 construção de hospital que vai atender 34 municípios

Helio de Freitas, de Dourados
Terreno doado por empresário de Dourados para construção do hospital regional (Foto: Eliel Oliveira)Terreno doado por empresário de Dourados para construção do hospital regional (Foto: Eliel Oliveira)

O governador André Puccinelli assina, na segunda-feira, a ordem de serviço para a construção do Hospital Regional de Dourados, lançado há um ano.

Veja Mais
Início das obras de Hospital Regional só depende da ordem de serviço
Governo conclui licitação e libera R$ 19,9 milhões para hospital regional

Com R$ 19,9 milhões já liberados para a primeira etapa, o novo hospital é a esperança da população de 34 municípios da região que precisam de atendimento médico na segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul.

Atualmente os moradores de 34 municípios da Grande Dourados, fronteira e região sul do Estado são atendidos no Hospital da Vida, que não consegue absorver a demanda de uma região com cerca de 800 mil habitantes.

Até setembro deste ano o Hospital da Vida foi administrado pelo Hospital Evangélico, mas há dois está sob gerenciamento de uma fundação criada pela prefeitura. O número de pacientes em cadeiras de fio e macas nos corredores diminuiu, o prédio passa por reforma emergencial, mas ainda existem muitos problemas e o principal deles é a falta de estrutura para atender tantos pacientes.

A assinatura, que autoriza a empresa vencedora da licitação a começar a construção do prédio, será às 14h, no auditório da prefeitura de Dourados. O convite para o ato foi distribuído hoje de manhã pela assessoria da prefeitura. Também estão presentes o prefeito de Dourados Murilo Zauith (PSB), deputados federais e estaduais.

O hospital – Com 120 leitos e apontado como um dos principais investimentos em saúde do Programa MS Forte 2, o hospital será construído numa área de 5 hectares, localizada nas margens da BR-463, na saída para Ponta Porã. A área de 50 mil metros quadrados foi doada ao Estado pelo empresário Adão Parizzoto, do ramo de armazenagem de grãos.

O extrato de contrato entre a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) e a empresa Stenge Engenharia Ltda. para a construção da primeira etapa do hospital foi publicado no dia 22 de outubro no Diário Oficial de Mato Grosso do Sul. O extrato oficializou o contrato assinado com a empresa vencedora da licitação da primeira etapa.

Após a assinatura da ordem de serviço, na segunda-feira, a empresa terá 540 dias para concluir a primeira etapa da obra. A Stenge Engenharia já construiu várias obras públicas na capital, como o Centro de Atendimento ao Cidadão, a Orla Ferroviária e a UPA do bairro Santa Mônica.

A intenção do governo é transferir a unidade para gestão da prefeitura após a conclusão da obra. No ato que oficializou a doação do terreno para o Estado, no dia 4 de novembro do ano passado, André Puccinelli agradeceu ao empresário pela doação. “É um dos poucos gestos de doação espontânea que eu vi nesse nosso período de governo”.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions