A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

18/12/2012 13:29

André inaugura casas e sistema de abastecimento de água

Até março, governador espera concluir a entrega de 1.200 casas no município

Carlos Martins
Sarlidey Machado recebeu as chaves da mão do governador (Foto: Anderson Gallo/Diário Online)Sarlidey Machado recebeu as chaves da mão do governador (Foto: Anderson Gallo/Diário Online)

O governador Andre Puccinelli entregou na manhã desta terça-feira as primeiras chaves das 344 casas construídas em Corumbá no bairro Maria Leite e que fazem parte da segunda etapa do Residencial Guató, orçada em R$ 6,5 milhões. No total, serão construídas 1.200 moradias com recursos próprios do governo do Estado. O governador também entregou no município obras nos sistemas de abastecimento de água e de saneamento.

Veja Mais
PF apreende 60 kg de cocaína e prende traficante de 28 anos na MS-164
Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira

Em agosto já haviam sido entregues 435 casas da primeira etapa do residencial, num investimento de R$ 6,9 milhões. As 421 unidades restantes serão entregues em fevereiro, ou no mais tardar em março, informou o governador durante a entrega das chaves a 20 famílias beneficiadas.

Para o governador, as casas significam a estabilidade da família, já que pagar aluguel e bancar as despesas familiares acarretam dificuldades. “Nosso interesse é, ao construirmos, gerar empregos, e depois de construídas, que as famílias que ali residam possam ser felizes com seus filhos", disse o governador após entregar a primeira chave para Sarlidey Pena Machado, uma das beneficiadas.

O residencial Guató recebeu um aporte de R$ 22,8 milhões oriundos do projeto Meu Lar, do programa MS Cidadão Casa da Gente. As obras, consideradas emblemáticas do governador André Puccinelli e que integram o Programa MS Forte, começaram em novembro de 2009 em uma área pertencente ao Estado de 62 hectares.

Do total das 1.200 casas, 30 foram construídas atendendo as regras de acessibilidade para pessoas com necessidades especiais. As demais foram, ou estão sendo construídas, em lotes individuais de 10 x 20 metros, com 32 metros quadrados de construção, contendo sala, cozinha, dois quartos e banheiro.

"Aqui nesse residencial já tem água e esgotamento sanitário captado e tratado. As obras da Sanesul para este conjunto e demais 421 unidades [em fase de conclusão] estão todas terminadas", explicou o governador. Puccinelli também assinou ordem de licitação para construção de um Centro Comunitário dentro do residencial. A área construída será de 150 metros quadrados e terá academia ao ar livre; parque infantil; área de convívio e arborização.

Até março todas as 1.200 casas do residencial serão entregues (Foto: Anderson Gallo/Diário Online)Até março todas as 1.200 casas do residencial serão entregues (Foto: Anderson Gallo/Diário Online)
Governador támbém entregou obras de abastecimento de água e de esgotamento sanitário (Foto: Anderson Gallo/Diário Online)Governador támbém entregou obras de abastecimento de água e de esgotamento sanitário (Foto: Anderson Gallo/Diário Online)

Abastecimento de água - O governador também entregou as obras de ampliação dos sistemas de água e de esgotamento sanitário. O sistema de abastecimento tem 765 ligações domiciliares, com execução de 6.871 metros, que vai atender o Residencial Guatós.

Também foi entregue a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Maria Leite que irá tratar 80 litros por segundo, com execução de 1.200 metros de emissário final e cinco estações elevatórias de esgoto, além de implantação de 31.568 metros de rede coletora de esgoto e 3.718 ligações domiciliares.

O valor total do investimento é de R$ 16,1 milhões, em recursos da Sanesul dos Governos do Estado e Federal, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

André Puccinelli assinou, ainda, três ordens de serviço. A primeira refere-se à ampliação do Sistema de Abastecimento de Água (SAA), com a execução de 3.055 metros de rede de distribuição de água e travessia para a região próxima ao Posto Esdras, na divisa entre Brasil e Bolívia, na rodovia Ramão Gomez. O recurso é próprio, no valor de R$ 213,6 mil.

A segunda é para execução de obras para a ampliação do sistema de abastecimento, com recursos da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) no valor de R$ 19 milhões. A execução abrange a construção de reservatórios para armazenar água, implantação de adutoras, elevatórias, 27.399 metros de rede de distribuição e 1.212 ligações.

A outra ordem de serviço beneficia o sistema de coleta e tratamento de esgoto, com a implantação de 61.894 metros de rede coletora de esgoto e de 3.048 ligações domiciliares, além de projeto de engenharia e trabalho social. Os recursos são do PAC 2 no valor de R$ 17,2 milhões.

"Queremos entregar essas obras até o final do nosso mandato, em 31 de dezembro de 2014, para termos aproximadamente 90% de todo esgoto produzido em Corumbá e Ladário captado e tratado", finalizou Puccinelli.

(Com informações do Diário Online)

Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira
Será lançado na próxima terça-feira (6) em Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - o livro "A Felicidade pela Literatura: Ensaio entr...
Comércio de Ponta Porã funcionará em horário especial neste fim de ano
O comércio de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande - irá funcionar em horário especial neste fim de ano. Os horários e dias foram ...
MPF entra com ação para garantir pesca e extração à comunidade ribeirinha
Foi ajuizada ação civil pública pelo MPF (Ministério Público Federal) para garantir o direito a pesca de subsistência e extrativismo sustentável da c...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions