A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

13/09/2013 07:40

Após 22 dias, responsável por incêndio em Dourados ainda não foi identificado

Bruno Chaves
O fogo atingiu várias propriedades rurais e resultou na morte de um homem (Foto: Dourados Agora)O fogo atingiu várias propriedades rurais e resultou na morte de um homem (Foto: Dourados Agora)

O inquérito policial que apura os responsáveis pelo incêndio de grande proporção que atingiu Dourados, a 233 quilômetros de Campo Grande, no dia 22 de agosto, continua em andamento. Após 22 dias da destruição, que matou uma pessoa carbonizada e devastou uma área equivalente a mais de mil campos de futebol, de acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), os responsáveis pelo fogo ainda não foram identificados.

Veja Mais
Depois de quase meio dia, Bombeiros controlam incêndio em Dourados
Fogo em Dourados continua fora de controle e morto pode ser andarilho

Para o delegado Humberto Perez Lima, responsável pelo caso, as investigações são demoradas, principalmente pelo número de testemunhas que estão sendo ouvidas e pela proporção da área consumida pelo fogo – próxima as rodovias BR-163 e MS-379.

“Falta ouvir mais pessoas, falta laudos de perícia técnica, então não há como avaliar nada ainda. Tudo tem que ser levantado com bastante responsabilidade, então neste momento não temos nenhuma novidade ou nova informação. O andamento do inquérito segue e estamos olhando o caso da maneira mais generalista possível, para poder juntar todas as peças”, disse Perez em entrevista ao Dourados News.

O delegado ainda afirmou que existe a possibilidade de prorrogar o prazo para inquérito ser encerrado.

Informações colhidas pela PMA, que fez levantamento técnico para reconhecimento dos hectares afetados, devem ser consideradas na investigação. A polícia ainda levantou possíveis focos iniciais que teriam causado o incêndio, segundo o site Dourados News.

“Se dentro desse levantamento houver alguma informação que seja importante para o andamento do inquérito na Polícia Civil, será considerado”, disse delegado.

Incêndio – O incêndio de grande proporção teve início na madrugada do dia 22 de agosto e rapidamente se espalhou na região, que conta com muitos canaviais, o que facilitou a propagação das chamas.

O fogo atingiu várias propriedades rurais e resultou na morte de um homem, de dezenas de animais e deixou parte da cidade de Dourados sem energia elétrica.

Segundo o Corpo de Bombeiros, foram necessários 20 homens, seis viaturas dos bombeiros, mais apoio do Exército e da Prefeitura da cidade para conseguir controlar as chamas.

Além de um homem morto, oito pessoas foram encaminhadas para o hospital com problemas respiratórios.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions