A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

31/10/2016 13:53

Após 30 anos na rua, feira terá espaço com bosque e praça de alimentação

Prefeitura comprou terreno e construiu estrutura para abrigar 250 vendedores que atualmente trabalham na Rua Cuiabá

Helio de Freitas, de Dourados
Novo espaço da Feira Livre de Dourados recebe vendedores em novembro (Foto: Helio de Freitas)Novo espaço da Feira Livre de Dourados recebe vendedores em novembro (Foto: Helio de Freitas)
Barracas já estão sendo montadas na nova feira (Foto: Helio de Freitas)Barracas já estão sendo montadas na nova feira (Foto: Helio de Freitas)
Feira da Rua Cuiabá vai mudar para novo espaço em novembro (Foto: Divulgação)Feira da Rua Cuiabá vai mudar para novo espaço em novembro (Foto: Divulgação)

A tradicional Feira Livre da Rua Cuiabá, em Dourados, vai mudar de endereço até o fim de novembro. Há pelo menos 30 anos, os feirantes ocupam quatro quarteirões da rua nos fins de semana, mas em breve a feira vai passar a funcionar em espaço próprio, construído pela prefeitura exclusivamente para abrigar o comércio popular.

Veja Mais
PF apreende 60 kg de cocaína e prende traficante de 28 anos na MS-164
Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira

Nesta segunda-feira (31), após se reunir com os feirantes na Nova Feira Livre, o prefeito Murilo Zauith (PSB) informou que a mudança ocorre até o fim de novembro.

Nas últimas três décadas, todos os sábados e domingos os feirantes montam as barracas no canteiro central e nas calçadas de um trecho da Rua Cuiabá, em frente à 1ª Delegacia de Polícia Civil.

O transtorno para os moradores do local é grande, pois durante a feira enfrentam dificuldade para chegar e sair de casa e ainda convivem com o transtorno do movimento de pessoas nas madrugadas de domingo.

A nova feira – O espaço da nova feira foi construído na antiga Chácara Rigotti, ao lado da Rua Cafelândia, no Jardim Água Boa. O terreno foi comprado pela prefeitura para a instalação do comércio popular. A elaboração do projeto começou em 2013.

A secretária de Desenvolvimento Econômico de Dourados, Elizabeth Salomão, disse que a nova feira terá espaço para 250 vendedores. Serão 122 barracas para vendedores de hortifrutigranjeiros, 92 para armarinhos e 26 destinadas à praça de alimentação.

Existe uma grande procura por barraca no novo espaço, inclusive de ambulantes que atualmente trabalham em outros locais da cidade, mas a prefeitura já informou que vai priorizar os feirantes da Rua Cuiabá.

“A prioridade é atender os feirantes que atualmente estão na Rua Cuiabá. Se sobrar vaga, vamos atender os demais da lista de espera”, afirmou o prefeito em entrevista à rádio Grande FM.

A nova feira, que recebeu o nome do ex-prefeito Totó Câmara, terá um espaço para shows, e vai funcionar ao lado de um bosque, preservado da antiga Chácara Rigotti. O bosque recebeu o nome do jornalista César Cordeiro, que morreu de AVC (Acidente Vascular Cerebral), em agosto deste ano.

Escritor douradense lança na terça livro sobre 40 anos de carreira
Será lançado na próxima terça-feira (6) em Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - o livro "A Felicidade pela Literatura: Ensaio entr...
Comércio de Ponta Porã funcionará em horário especial neste fim de ano
O comércio de Ponta Porã - cidade localizada a 323 km de Campo Grande - irá funcionar em horário especial neste fim de ano. Os horários e dias foram ...
MPF entra com ação para garantir pesca e extração à comunidade ribeirinha
Foi ajuizada ação civil pública pelo MPF (Ministério Público Federal) para garantir o direito a pesca de subsistência e extrativismo sustentável da c...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions