A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Janeiro de 2017

18/11/2014 16:15

Após acidente com morte, PRF alerta para cuidado com sinalização em estradas

Priscilla Peres
Acidente envolvendo quatro carretas deixou uma pessoa morta. (Foto: Germino Roz/Nova News)Acidente envolvendo quatro carretas deixou uma pessoa morta. (Foto: Germino Roz/Nova News)

A falta de atenção aliada a alta velocidade fizeram mais uma vítima de trânsito ontem. O acidente que envolveu quatro carretas que explodiram com o impacto, deixou uma pessoa morta. De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal) 95% dos acidente em rodovias têm uma causa humana.

Veja Mais
Justiça determina que Sanesul repare danos em erosão causada por vazamento
Chuva alaga ruas em Paranaíba e deixa até camionete submersa em Chapadão

O inspetor Baggio, da PRF, explica que distração, imprudência e imperícia são as principais causas de acidentes nas rodovias. "Vemos vários acidentes que acontecem em plena luz do dia. Os condutores enxergam a sinalização e não param por estarem distraídos ou algum outro motivo", diz.

Segundo Baggio, a atenção precisa ser redobrada quando há obras e interdição na pista. No acidente de ontem, a rodovia estava parcialmente interditada e o conduto de uma carreta não viu a sinalização e bateu na traseira de outro caminhão. "É muito difícil ter algum problema de sinalização em obra, eventualmente quando o policial observa algum problema que pode ser melhorado, avisa imediatamente os responsáveis".

O Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) é o responsável pela administração das rodovias federais que passam por MS, menos a BR-163 que está sob concessão para a CCR MSVia desde o início de 2014 e por 30 anos. As rodovias estaduais são controladas pela Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul).

Baggio destaca que o importante é estar atento a sinalização e ao trânsito. "Muitas vezes o condutor está na pista, mas não está atento ao que está acontecendo e não temos como saber o que está acontecendo com ele, se está cansado ou trabalhando há muito tempo", destaca ele, ao ressaltar que nas rodovias federais a velocidade máxima permitida é de 80 km ou no máximo 100 km.

Base dos Bombeiros com 8 militares deve ser implantada até o meio do ano
Rio Brilhante - cidade localizada a 163 km de Campo Grande - deve ganhar em breve uma base do Corpo de Bombeiros. Foi publicado no DOE-MS (Diário Ofi...
Investimento em recuperação de rodovias no MS será de R$ 185,9 milhões
O Governo do Estado deve investir R$ 185,9 milhões para recuperar trechos das rodovias MS-156, MS-379 e MS-470, que ficam em maior parte na região de...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions