A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

24/08/2015 09:53

Após acordo com Reinaldo, prefeitura retoma regularização de imóveis urbanos

Governo prorrogou isenção do Imposto sobre a Transmissão Causa Mortis e Doação de Bens ou Direitos; moradores da Vila Cachoeirinha podem procurar setor de habitação a partir de hoje

Helio de Freitas, de Dourados
Reunião de equipe da prefeitura com moradores da Vila Cachoeirinha para definir escrituração de imóveis, que começa hoje (Foto: Divulgação)Reunião de equipe da prefeitura com moradores da Vila Cachoeirinha para definir escrituração de imóveis, que começa hoje (Foto: Divulgação)

Com a decisão do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) de prorrogar por mais um ano a isenção do ITCD (Imposto sobre a Transmissão “Causa Mortis” e Doação) de imóveis localizados no município de Dourados, a 233 km de Campo Grande, a prefeitura retoma nesta segunda-feira (24) a regularização de terrenos em bairros da periferia. O imposto é um dos custos que o morador tem no momento da regularização do imóvel.

Veja Mais
Reinaldo sanciona isenção de imposto na regularização de imóveis em Dourados
Governo quer conceder isenção de impostos a imóveis de Dourados

De acordo com a assessoria do prefeito Murilo Zauith (PSB), a escrituração inclui casas construídas em loteamentos sociais implantados sem a devida documentação ao longo dos últimos 30 anos foi iniciada há três anos. O serviço está sendo retomado pela Vila Cachoeirinha, na região sul da cidade, onde a equipe de habitação se reuniu com os moradores, na semana passada.

Conforme a diretora de Habitação da prefeitura, Zelinda Fernandes, partir de hoje os moradores que têm terrenos irregulares na Vila Cachoeirinha podem procurar o setor, no Bloco A do CAM (Centro Administrativo Municipal), na Rua Coronel Ponciano, para dar início ao processo.

Para a regularização, a prefeitura precisa registrar o loteamento em cartório, o que já ocorreu na Cachoeirinha. Com a escritura em mãos, o morador faz procura o cartório de imóveis para fazer o registro. De acordo com a prefeitura, com a isenção do imposto estadual, o único custo que o morador tem é a taxa de registro em cartório.

Outros bairros – O setor de habitação informou que depois da Vila Cachoeirinha o trabalho será feito no Jardim Canaã III. Depois serão atendidos moradores dos bairros Brasil 500, Jardins Canaã I, II, IV e V, Estrela Porã, Ivaté, Hory, Verá, Tovi e Poravi.

A prefeitura promete ainda concluir a regularização dos imóveis da Vila São Brás e do Jardim Porto Belo, onde o serviço começou em 2012 e menos de 5% dos imóveis permanecem sem escritura.

Outros dois loteamentos que ainda precisam ser regularizados em cartório para que a prefeitura possa iniciar a escrituração dos lotes são as vilas Mariana e Valderez.

Reinaldo sanciona isenção de imposto na regularização de imóveis em Dourados
Foi publicada no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (21) a Lei 4.697, que autoriza o Poder Executivo a conceder isenção do TDCD (Imposto sobr...
Justiça determina instalação de rede de esgoto em Nova Alvorada do Sul
A Sanesul e a prefeitura de Nova Alvorada do Sul - cidade localizada a 120 km de Campo Grande - terão que criar no município rede coletora e estação ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions