A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Janeiro de 2017

11/09/2014 16:37

Após interdição e prejuízos de R$ 20 milhões, Metalfrio reabre na segunda

Priscilla Peres
Empresa é responsável pela produção de refrigeradores. (Foto: Perfil News)Empresa é responsável pela produção de refrigeradores. (Foto: Perfil News)

Após uma semana com as atividades completamente paradas, a previsão é que a unidade da Metalfrio de Três Lagoas - distante 338 km de Campo Grande, volte a operar na segunda-feira (15). A indústria de refrigeradores foi interditada no dia 4 de setembro por auditores do MTE/MS (Ministério do Trabalho e Emprego), por apresentar irregularidades em equipamentos.

De acordo com o superintendente regional do Trabalho em Mato Grosso do Sul, Anízio Thiago, os auditores encontraram equipamentos antigos e que estão desatualizados em relação as normas de prevenção de acidente do trabalho. A maior dificuldade encontrada pela indústria está relacionada a três máquinas robotizadas novas e fora dos padrões estabelecidos.

"A indústria continua fechada, mas as alterações estão sendo feitas. A empresa contratou pessoas habilitadas para resolver o problema e amanhã os auditores farão mais uma vistoria", explica Anízio. Se a verificação de amanhã comprovar que as medidas para regularizar a situação foram tomadas, a previsão é que na segunda a indústria volte ao trabalho.

Conforme o site Rádio Caçula, a indústria tem amargado prejuízos que ultrapassam os R$ 20 milhões, com média de R$ 3 milhões de perdas por dia. A unidade da empresa em Três Lagoas emprega cerca de 1.8 mil funcionários diretos e mais 1 mil indiretos. Segundo mo site, os trabalhadores estão indo ao serviço normalmente e muitos deles permanecem parados. Muitos foram colocados para realizarem o trabalho de limpeza e organização no espaço.

Fiscalização - O superintendente do Trabalho, Anízio Thiago, afirma que a vistoria realizada na Metalfrio é de rotina e não foram feitas denúncias em relação a empresa. "Já estava programada essa fiscalização lá, assim como em outras empresas do município", diz.

Ainda segundo Anízio, será feita uma reunião com os representantes industriais de Três Lagoas, contando com o apoio da Prefeitura Municipal, para explicar sobre o procedimento de vistoria. "É necessário para que eles saibam o que vai acontecer para não ter nenhum susto, como aconteceu na Metalfrio".

Jovem morre ao colidir moto com caminhonete estacionada
Motociclista de 19 anos morreu, por volta da 1 hora deste domingo (22) ao colidir a moto que pilotava com uma caminhonete que estava estacionada na r...
Motociclista é abordado por dois homens e morto na rua com cinco tiros
Um homem foi morto atingido por cinco tiros, por volta das 3 horas deste domingo (22) no bairro da Granja, em Ponta Porã - distante 323 km de Campo G...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions