A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

13/01/2015 10:39

Após primeiras cassações, população se mobiliza contra outros vereadores

Helio de Freitas, de Dourados
Moradores de Naviraí acompanham em telão instalado em frente à Câmara o discurso de Marcus Douglas, que renunciou ao mandato (Foto: Reginaldo de Souza)Moradores de Naviraí acompanham em telão instalado em frente à Câmara o discurso de Marcus Douglas, que renunciou ao mandato (Foto: Reginaldo de Souza)

A cassação de três vereadores por corrupção e a renúncia de outro, também apontado como integrante do esquema montado na Câmara de Vereadores de Naviraí, a 366 km de Campo Grande, não vão encerrar a mobilização da população local para tirar do poder todos os acusados que ainda possuem mandato no Legislativo. Líderes do movimento ouvidos pelo Campo Grande News afirmam que agora o objetivo é protestar para que outros três, já afastados, sejam cassados nos próximos dias.

Veja Mais
Câmara cassa três vereadores por corrupção e um renuncia ao mandato
Vereador mais votado em 2012 é o 1º a perder mandato por corrupção

A segunda-feira, 12 de janeiro de 2015 vai entrar para a história política da cidade de 50 mil habitantes. Após uma grande mobilização dos moradores, que chegaram a acampar em frente ao prédio do Legislativo, a Câmara cassou o mandato do ex-presidente Cícero dos Santos, de Adriano José Silvério e de Carlos Alberto Sanchez, o Carlão. Marcus Douglas Miranda chegou a fazer sua própria defesa em plenário, mas renunciou ao mandato assim que terminou o discurso.

Com o resultado da sessão de ontem, dos oito vereadores que se tornaram réus após a Operação Atenas, da Polícia Federal, três foram cassados, dois renunciaram (Solange Melo tinha renunciado em novembro, quando ainda estava presa) e três ainda serão julgados em plenário – Elias Alves (Pros), Gean Carlos Volpato (PMDB) e Vanderlei Chagas (PR).

A pecuarista Lucia Helena Virote, que também montou acampamento em frente à Câmara, disse que a população precisa continuar atenta, para cobrar a cassação dos outros envolvidos no esquema de corrupção e manter a vigilância sobre os demais, para que outro escândalo político não volte a acontecer.

Nova fase – Para o vereador Antonio Carlos Klein (PDT), que agora se torna titular na vaga de Adriano José Silvério, está confiante em uma nova fase da política local: “reescrevemos a história. A partir de agora a política de nossa cidade toma novos rumos, de ética e honestidade”, afirmou ao Campo Grande News.

Klein chegou a presidir a primeira fase da Comissão Processante que culminou com a cassação e renúncia de quatro acusados, mas deixou o cargo por ser “parte interessada”. Foi dele também a iniciativa para acabar com o voto secreto. A votação de ontem foi aberta.

Márcio Scarlassara (PSDC), que presidiu a Comissão Processante e votou pela cassação de Adriano, Cícero e Carlão, também comanda a investigação contra Elias, Gean e Vanderlei. Segundo ele, após sessão de ontem as atenções agora ficam voltadas para a outra comissão, que deve concluir o relatório ainda neste mês.

Marcus Douglas discursou na Câmara, disse que corrupção faz parte da política e renunciou ao mandato (Foto: Reginaldo de Souza)Marcus Douglas discursou na Câmara, disse que corrupção faz parte da política e renunciou ao mandato (Foto: Reginaldo de Souza)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions