A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

14/07/2014 17:31

Aposentado, que ia viajar para a Terra Santa, morre em acidente

Zana Zaidan e Filipe Prado
Santa Fé já tinha sido desvirado por funcionários do restaurante, que tentaram socorrer Ademar (Foto: Marcelo Calazans)Santa Fé já tinha sido desvirado por funcionários do restaurante, que tentaram socorrer Ademar (Foto: Marcelo Calazans)

Um aposentado de 65 anos morreu na tarde de hoje (14) em um acidente de carro na BR-060, em frente ao restaurante Bolicho Seco, próximo a Sidrolândia, a 71 quilômetros de Capital. No carro de Ademar Francisco Koerich foram encontrados papéis que mostravam que ele embarcaria amanhã rumo à Terra Santa, e retornaria no dia 1º de agosto.

Veja Mais
Vendedor é esfaqueado nas costas durante briga por espaço
Pavão comandava tráfico da cadeia, mas juíza escondeu denúncia do Brasil

Um sobrinho da vítima que foi até o local do acidente confirmou que ele saiu de Antônio João, onde morava há quatro meses, e viajaria para a Capital, onde iniciaria o roteiro Itália, Israel e Egito.

Conforme uma testemunha do acidente, Marcelo Venâncio, 35 anos, o Hyundai Santa Fé de Ademar seguia sentido Campo Grande, em alta velocidade, logo atrás de um VW Fusca. “O Fusca deu seta para virar à esquerda e entrar no restaurante, o Hyundai tentou ultrapassá-lo, mas se chocou e capotou várias vezes, até parar no pátio”, conta ele, que é atendente do Bolicho Seco.

Com o impacto, o motorista do Fusca perdeu o controle da direção e também foi parar no pátio do restaurante, mas não ficou ferido. Ainda segundo Marcelo, o carro de Ademar parou com o lado do motorista para cima. Ele gemia de dor, por isso, vários funcionários do local, além do próprio condutor do Fusca, correram para tentar socorrê-lo. Eles conseguiram voltar o carro para a posição normal, mas, Ademar já estava morto.

Sobrinho da vítima, Diego Godoy, 34 anos, confirmou que o tio viajaria amanhã, para passar o dia 30 de julho, data do aniversário de Ademar, na Terra Santa. Diego contou que o tio morava em Florianópolis, onde era funcionário da Assembleia Legislativa de Santa Catarina. Há cinco anos, quando se aposentou, mudou para Sidrolândia com a esposa, mas hoje vive em Antônio João. A mulher não faria a viagem junto com ele.

Bastante abalado e chorando, o motorista do Fusca, que aparenta ter entre 65 e 70 anos, preferiu não dar entrevista e se afastou do local do acidente, dizendo que “nunca tinha matado ninguém na vida”.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e constatou o óbito de Ademar, além de prestar atendimento ao condutor do Fusca. A Polícia Civil de Sidrolândia e a PRF (Polícia Rodoviária Federal) também estão no local.

Vendedor é esfaqueado nas costas durante briga por espaço
Uma rixa antiga, de pelo menos três meses, acabou com o vendedor de espetinho, Ramão Antônio Gomes, 42, gravemente ferido ao ser esfaqueado duas veze...
Empresária é roubada na saída de lotérica e tem prejuízo de R$ 46 mil
Empresária, de 42 anos, teve prejuízo de R$ 46 mil depois de ser roubada por dois homens na saída de uma lotérica da Rua Melanio Garcia Barbosa, no c...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions