A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

08/11/2016 08:47

Associação pede na Justiça Federal reintegração de posse da UFMS

Invasores são contra a PEC que limita os gastos públicos por 20 anos

Yarima Mecchi
Cerca de 400 alunos participam do movimento ontem, conforme os próprios líderes da manifestação (Foto: Direto das Ruas)Cerca de 400 alunos participam do movimento ontem, conforme os próprios líderes da manifestação (Foto: Direto das Ruas)

O campus da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) em Três Lagoas - a 338 km de Campo Grande - continua ocupado e a Associação de Pátria Brasil ingressou com uma ação na Justiça Federal para a reintegração de posse do campus. A ação foi protocolada ontem.

Na noite de ontem (7), estudantes que fazem parte da invasão do campus se reuniram em assembleia na Câmara Municipal de Três Lagoas e deliberaram pela desocupação do local. No município o campus um e dois estão invadidos. Eles são contra a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que limita os gastos públicos por 20 anos.

De acordo com a UFMS, mesmo com a deliberação, na manhã de hoje cerca de 30 alunos estavam no campus 2 e 8 alunos no campus 1 da universidade. Os invasores, ainda segundo a instituição, não deixaram os técnicos administrativos entrarem para trabalhar.

A reitoria já foi informada pela situação e os docentes aguardam um posicionamentos para que a situação volte ao normal.

Mais ocupações - Atualmente, o campus de Paranaíba - cidade localizada a 422 km de Campo Grande - da UEMS também está ocupado. A ato iniciou em 31 de outubro e impediu a realização do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) durante o fim de semana no local.

Veja Mais
Alunos realizam ocupação simbólica contra medidas do governo federal
Reunião na quinta-feira tentará dar fim a invasão em campus no interior




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions