A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

07/08/2015 09:48

Ato na praça comemora nove anos da Lei Maria da Penha

Helio de Freitas, de Dourados
Ato nesta manhã na Praça Antonio João comemora nove anos da Lei Maria da Penha (Foto: Chico Leite/Divulgação)Ato nesta manhã na Praça Antonio João comemora nove anos da Lei Maria da Penha (Foto: Chico Leite/Divulgação)

A Rede de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, realiza na manhã desta sexta-feira (7) um ato para comemorar os nove anos da Lei Maria da Penha. Além de conscientização sobre a necessidade de combater a violência contra a mulher, o evento na Praça Antonio João terá orientações jurídicas e psicossociais.

Veja Mais
Lei Maria da Penha será tema de discussão entre alunos do Ensino Médio
Violência recorde marca oito anos da Lei Maria da Penha na Capital

A atividade é realizada pela Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para as Mulheres, órgão da prefeitura, em parceria com os demais integrantes da rede de enfrentamento, que inclui instituições ligadas à assistência social, saúde, justiça e segurança pública.

“É uma ação importante de conscientização à mulher e uma forma dela conhecer a existência dessa Rede e como atua, além de receber orientações sobre o que fazer em caso de violência. A mulher precisa ter a segurança de que caso aconteça o problema ela pode denunciar porque tem um sistema que a protege”, afirma Danielle Viebrantz Silveira, coordenadora de Políticas Públicas para Mulheres.

Segundo ela, os órgãos que fazem parte da rede se reúnem mensalmente para agilizar trâmites que vão do registro do boletim de ocorrência até a audiência judicial de casos de violência contra a mulher, além de garantir que as vítimas tenham acesso a todas as medidas protetivas.

Atitude – Nas unidades do Cras (Centro de Referência da Assistência Social), a coordenadoria desenvolve o projeto “Roda de Conversa - Mulheres de Atitude”, que leva conhecimento sobre direitos, informa sobre os órgãos de proteção e leis contra a violência doméstica.

Atualmente o projeto é desenvolvido no Cras da reserva indígena, do Parque do Lago e do Jardim Canaã I. Ainda no segundo semestre chega ao Jóquei Clube e Vila Cachoerinha.

Além da coordenadoria, Dourados tem o programa Viva Mulher (Centro de Atendimento à Mulher em Situação de Violência), que oferece assistência social, psicológica e jurídica às vítimas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions