A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

24/08/2015 14:09

Audiência pública amanhã na Câmara discute qualidade do ensino básico

Helio de Freitas, de Dourados
Vereadores de Dourados reunidos com representantes do MP para discutir audiência pública, que acontece amanhã (Foto: Thiago Morais/Divulgação)Vereadores de Dourados reunidos com representantes do MP para discutir audiência pública, que acontece amanhã (Foto: Thiago Morais/Divulgação)

Acontece nesta terça-feira (25) às 19h, na Câmara de Vereadores de Dourados, cidade a 233 km de Campo Grande, a primeira audiência pública do projeto MPEduc (Ministério Público pela Educação), desenvolvido pelo MPF (Ministério Público Federal) e MPE (Ministério Público do Estadual).

Veja Mais
Prefeitura faz parceria com MPF e MPE para melhorar gestão na educação
Traficante é presa tentando levar maconha para 'boca de fumo' no Amapá

Além do plenário, a Câmara vai ceder toda equipe de apoio para a realização do evento. “Mais uma vez a Câmara se coloca como parceira do Ministério Público por entender a relevância do projeto e a importância de se discutir ações que culminem com a melhoria da qualidade da educação”, afirmou o presidente da Câmara, Idenor Machado (DEM).

Para discutir a audiência, os vereadores receberam os promotores Paulo Roberto Gonçalves Ishikawa, Eteocles Brito Mendonça Dias Júnior, Juliano Albuquerque, Eduardo Fonticielha de Rose e o procurador da República Pedro Gabriel Siqueira Gonçalves, que apresentaram o projeto nacional para debater a qualidade do ensino básico nas escolas públicas sul-mato-grossenses.

Já implantado em outros Estados do país, o projeto começou a ser executado em MS neste ano. Inicialmente será realizado nas instituições públicas de ensino da Grande Dourados, tendo como objetivo principal melhorar os serviços à população e o desempenho das escolas no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica).

O projeto – Voltado para a educação básica, o projeto acompanha a execução de políticas públicas educacionais e a aplicação de verbas nas escolas. Além de visitas às unidades de ensino e realização de audiências públicas, o MPEduc analisa os conselhos de educação, expede recomendações e esclarece a população sobre o direito à educação de qualidade.

Na Grande Dourados, o projeto começa por Anaurilândia, Angélica, Bataiporã, Caarapó, Deodápolis, Douradinha, Dourados, Fátima do Sul, Glória de Dourados, Itaporã, Ivinhema, Maracaju, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina, Novo Horizonte do Sul, Rio Brilhante, Taquarussu e Vicentina.

Marido agride mulher com garrafada e se tranca em casa com medo da polícia
Mulher de 42 anos foi agredida pelo marido com uma garrafada no sábado (3), após ser vista conversando com as amigas em sua casa em Dourados, distant...
Domingo é de redação no segundo dia de prova do Enem em Paranaíba
Candidatos do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em Paranaíba, distante 422 quilômetros de Campo Grande, fazem neste domingo (4) as provas de reda...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions