A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

01/11/2015 12:59

Audiência vai discutir motivos para baixo desempenho de escolas em município

Caroline Maldonado
Audiência pública já foi realizada em Caarapó (Foto: Divulgação/MPF)Audiência pública já foi realizada em Caarapó (Foto: Divulgação/MPF)

Audiência Pública vai reunir autoridades e educadores na próxima quarta-feira (4) para discutir os motivos do baixo desempenho de escolas públicas de Nova Andradina, no exame que testa a qualidade do ensino. O evento será realizado na Câmara Municipal, às 18h30, pelo MPF (Ministério Público Federal) e MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul).

Veja Mais
Audiência no dia 23 discute qualidade da merenda nos Ceinfs
Ministério Público marca audiência para lançar projeto de educação em Maracaju

O MP quer ouvir os órgãos da administração pública municipal e estadual, comunidade e instituições locais sobre as demandas na área. Quem quiser fazer o uso da palavra durante a audiência pública deve inscrever-se, enviando solicitação pelo email jacquelineo@mpms.mp.br.

Segundo o MPF, apesar de crescentes investimentos do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) do MEC (Ministério da Educação), as escolas do município têm baixo desempenho no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). Na quarta-feira (5), membros do MP visitarão algumas escolas da rede pública para verificar as condições das unidades. 

Projeto - Outras cidades já receberam essa visita, que faz parte do projeto MPEduc (Ministério Público pela Educação). A equipe esteve em Dourados, Nova Alvorada do Sul, Rio Brilhante, Maracaju e Caarapó. De início, os educadores preenchem questionário no site do MPEduc. Em seguida, ocorre a audiência pública, que permite identificar as deficiências da rede escolar e buscar melhorias e depois são feitas visitas nas escolas e Centros de Educação Infantil.

Com isso, o MPF envia recomendações e providência ações extrajudiciais, dando prazo para que o poder público promova melhorias no ensino e na infraestrutura das escolas. Por fim, novas audiências públicas serão realizadas para a prestação de contas à população das medidas tomadas pelo Ministério Público.

Ministério Público marca audiência para lançar projeto de educação em Maracaju
Foi marcada para o dia 8 deste mês, às 18h, no plenário da Câmara de Vereadores, a audiência pública para lançamento do MPEduc (Projeto Ministério Pú...
Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Em oito dias de atendimentos da Carreta da Justiça em Taquarussu - município localizado a 332 km de Campo Grande -, o projeto do TJ-MS (Tribunal de J...



Na minha opinião, o baixo desempenho está no fato de que, hoje em dia, ninguém mais pode ser reprovado. Porque os alunos, sabedores disso, vão estudar? Eles sabem que a lei os ampara e não permite que ninguém seja reprovado por mais ineficazes que sejam seus desempenhos... Vão querer agora, colocar a culpa nos professores? Eles estão de mãos amarradas, pobres coitados, que além de desvalorizados, mal remunerados, são considerados os responsáveis pelos fracassos desses jovens e crianças que de fato, não querem ter nenhum tipo de responsabilidade nem comprometimento, isso tudo, associado ao descaso de seus pais, que estão jogando para as entidades de ensino a responsabilidade de educar seus filhos...
 
Mariana Carvalho em 01/11/2015 23:03:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions