A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

16/09/2013 12:34

Autorizada pelo MEC, UFGD abre mais 30 vagas em curso de Medicina

Aline dos Santos

Com autorização do MEC (Ministério da Educação), a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) aumentou de 50 para 80 a oferta de vagas no curso de Medicina. O aumento de 30 vagas já consta no vestibular da instituição, que recebe inscrições até 18 de outubro.

Veja Mais
UFGD abre inscrições de 2.215 vagas para o vestibular 2014
Corpo encontrado em rio é de trabalhador que desapareceu no domingo

Nesta segunda-feira, foi publicada no Diário Oficial da União a portaria aumentando as vagas. O documento é assinado pelo secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior, Jorge Rodrigo Araújo Messias.

De acordo com a assessoria de imprensa da UFGD, 40 aprovados no vestibular começam o curso de Medicina no primeiro semestre de 2014. A outra metade inicia o ano letivo no segundo semestre do próximo ano.

Em junho de 2012, o MEC anunciou que iria dobrar a oferta de vagas em Medicina no Estado, passando de 110 para 220. A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) de Campo Grande, que oferecia 60 vagas, foi autorizada a ter mais 20. Na unidade da UFMS em Três Lagoas, o curso foi criado com 60 vagas.

UFGD abre inscrições de 2.215 vagas para o vestibular 2014
A Universidade Federal da Grande Dourados abriu, nesta segunda-feira (9), inscrições para o vestibular 2014. São 2.215 vagas divididas entre 34 curso...
Jovens são rendidos em frente de casa por dupla armada durante a madrugada
Três jovens, todos com 21 anos, foram rendidos enquanto estavam em frente de casa por dois ladrões armados, que chegaram a pé. Eles foram obrigados a...



Então vc entra aqui na pagina mostrando a abertura de mais vagas de medicina pra ajudar a população, pra falar mal dos médicos? Um cara que enfrenta um vestibular ferrado, passa 6 anos estudando, ralando em hospital publico e atendendo SOMENTE sus? Pare de julgar uma profissão inteira por conta de alguns e, principalmente, pare de acreditar no que o governo diz. E pare de postar preconceito que isso não estimula ninguém a melhorar.
 
Mel Farias em 17/09/2013 06:30:02
Não duvido da qualidade profissional dos médicos formados no Brasil, infelizmente, a maioria deles são arrogantes, pretensiosos e nada humanos. Não querem estrangeiros no país, mas também não querem atender ele todo. Sacrificam a saúde do brasileiro e prol dos interesses profissionais. Lamentável.
 
Maurílio Barbosa em 16/09/2013 12:46:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions