A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

05/01/2015 11:14

Bandido levou 10 segundos para desarmar alarme e roubar R$ 50 mil

Filipe Prado

O bandido que invadiu e furtou R$ 50 mil de uma lotérica em Costa Rica, cidade a 305 quilômetros de Campo Grande, levou apenas 10 segundos para entrar e desarmar o sistema de segurança do local. O furto, que ocorreu no dia 2, foi o segundo em Mato Grosso do Sul neste ano.

Veja Mais
Em "tour" pela região norte, ladrões roubam 2ª lotérica e levam R$ 50 mil
Bandido aproveita queima de fogos e furta R$ 120 mil de lotérica

Conforme o delegado adjunto da Delegacia de Polícia Civil de Costa Rica, Hoffman Davila Candido e Sousa, as investigações sobre o caso ainda não foram finalizadas, sendo que o furto que ocorreu em Chapadão do Sul, na madrugada do dia 31 de dezembro de 2014, pode ter sido realizado pela mesma pessoa.

“Eu vou confrontar as imagens da câmera de segurança interna da lotérica de Chapadão, mas ainda não sabemos se é a mesma pessoa”, relatou o delegado. Hoffman explicou que o autor do crime entrou pelos fundos da lotérica, já que o muro do local tem apenas um metro e meio e sem cerca elétrica, e arrombou a porta, feita de madeira, com um pé de cabra.

Ao entrar pela porta, o bandido precisou desarmar o sistema de alarme em apenas 10 segundos. “Ele já sabia onde estava o sistema de vigilância, mas esqueceu das câmeras de segurança”, contou o delegado.

Mas mesmo com todo o esquema “de cinema”, o bandido deixou impressões digitais por toda a lotérica. “Nós retiramos as impressões digitais encontradas e mandamos para a perícia de Campo Grande”, alegou o delegado.

A partir desta semana, a polícia começara a fazer oitivas com os funcionários da lotérica, para saber se alguém possui pistas sobre o caso ou está envolvido com o crime. “Ainda não suspeitamos de funcionários, mas o bandido obteve informações de dentro da lotérica ou realizou alguma assistência técnica no local”, assegurou o Hoffman.

Inicialmente o proprietário da lotérica estimou o prejuízo em R$ 50 mil, porém ele ainda fará um levantamento sobre o real valor furtado, de acordo com o delegado. Junto com as cédulas havia cheques.

2º Caso - Em 48 horas, esta foi a segunda lotérica furtada no interior do Estado. Na noite de Réveillon a lotérica de Chapadão do Sul foi furtada. O bandido aproveitou o barulho dos fogos para furtam o dinheiro da aposta da Mega-Sena da Virada. Este foi o maior furto da história do município.

O bandido usou uma escada para subir pelo muro dos fundo da lotérica, evitando as câmeras de segurança que ficam na frente do estabelecimento. Ainda arrancou as luzes de emergência do corredor do local, para que não fossem acionadas.

Antes de ir embora, o bandido arrancou a fiação de todas as câmeras de segurança do local. Ao estourar as janelas o alarme da lotérica foi acionado, porém o bandido realizou o furto antes dos seguranças e policiais chegarem ao local.

A Polícia Militar estima que o valor furtado esteja entre R$ 100 mil e R$ 120 mil. 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions