A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

26/08/2014 19:06

Barco empurrador colide com pilar da Ponte sobre Rio Paraguai

Eduardo Penedo

A ponte do Rio Paraguai, que liga Corumbá ao resto do Estado, sofreu novamente uma avaria. Na madrugada desta terça-feira (26), por volta das 3 horas, um empurrador de bandeira paraguaia transportando seis barcaças com carga de farelo de milho bateu contra um dos pilares laterais da ponte sobre o rio Paraguai, na região do Porto Morrinho, em Corumbá. O empurrador, acoplado às barcaças de carga, teria se soltado do local de onde estaria atracado e descido o rio Paraguai à deriva até se chocar contra um dos pilares laterais da ponte. O choque teria causado a abertura de um vão na ponte.

Veja Mais
Cinco pessoas são atingidas por raio em colheita de cana e uma morre
PRF apreende carreta com 250 kg de agrotóxicos contrabandeados do Uruguai

Segundo o site Diário Corumbaense, a Capitania Fluvial do Pantanal, subordinada ao Comando do 6º Distrito Naval da Marinha do Brasil, já abriu inquérito para apurar causas e responsabilidades do acidente. A apuração tem prazo de três meses para ser concluída. O acidente não impede a navegação no trecho. A Marinha tomou as medidas necessárias, deslocando ao local do acidente e abriu inquérito para apurar as causas. A embarcação que colidiu contra o pilar foi deslocada para o outro lado da ponte.

A concessionária que administra a ponte deve iniciar nesta quarta-feira (27), o controle do tráfego de veículos, liberando a travessia de cada lado intercaladamente. Também é estudada a proibição de veículos acima de sete eixos, como caminhões que transportam minério, por exemplo. Ao longo de toda esta terça-feira, dia 26, o fluxo foi normal, mas com sinalização da área e redução da velocidade.

Em 2011, o empurrador Doña Carmen de bandeira paraguaia transportando 16 barcaças de farelo de soja bateu contra o pilar central da ponte. Com a colisão um vão de cerca de 20 centímetros abriu-se na estrutura da ponte e o tráfego de veículos foi interditado por questões de segurança. A cidade ficou isolada por quase seis horas.

Cinco pessoas são atingidas por raio em colheita de cana e uma morre
Um trabalhador rural identificado como Abmael Fernandes dos Santos, de 30 anos, morreu na tarde desta quarta-feira (7) ao ser atingido por um raio en...
Autores de 'arrastão' são presos após perseguição de moto; veja o vídeo
"Desculpem os palavrões, mas há situações em que a gentileza não é prioridade". Assim a Getam (Grupamento Especial Tático de Motos) publicou nesta qu...



Pelo amor de Deus, devem se apurar e punir os responsáveis. Vai um brasileiro cometer um deslize destes lá no Paraguai, vê se o bicho não pega. O governo brasileiro é muito frouxo.
Quem vai arcar com isso? O povo brasileiro que com certeza vai ter um reajuste na tarifa de pedágio da ponte, sem contar que perderemos tempo para cruzá-la, pois o trânsito será controlado, além disso a produção de minério de ferro também ficará prejudicada com atrasos no transporte.
 
Gilson Pedroso Gomes em 27/08/2014 07:06:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions