A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2017

12/12/2012 13:37

Bebê de dois meses morreu por asfixia, diz laudo

Viviane Oliveira
O Samu constatou a morte da criança e acionou a Polícia Civil. (Foto: Osvaldo Duarte)O Samu constatou a morte da criança e acionou a Polícia Civil. (Foto: Osvaldo Duarte)

O bebê de dois meses encontrado morto, na manhã desta terça-feira (11) na rua S11, na Vila São Braz, em Dourados, morreu por asfixia, de acordo com laudo do IML (Instituto Médico Legal).

A mãe, uma adolescente de 16 anos, dormia com a criança em um colchão na sala e quando levantou pela manhã percebeu que a criança não se mexia.

A morte do bebê foi atestado pelo Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência), que acionou a Polícia Civil.

Segundo o site Dourados Agora, a criança havia sido internada há alguns dias para tratamento médico por causa de uma alergia na pele, porém ela não tinha problemas graves de saúde.

A mãe e o pai do bebê, que estão separados, foram levados para a delegacia.

Durante depoimento à Polícia, o rapaz disse que havia pedido a guarda da filha e denunciou a ex-mulher por supostos maus tratos. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil do município.




Se a criança tinha dois meses e tomou polaramine, pode causar problemas respiratório dependendo da dosagem, ou ser até alérgica ao próprio remédio, ocasionando obstrução das vias respiratório. Não podemos ir pondo a culpa na mãe. leiam: http://www.bulas.med.br/bula/4317/polaramine+comprimidos.htm
 
Roberto Motta em 12/12/2012 21:57:40
Peça um laudo pericial do medicamento aplicado na criança, pois a criança poderia ser alérgica ao componente da formula, uma vez que medicamentos para alergia, pode ocasionar obstrução nas vias respiratória, considerando ainda a dosagem. Não vão culpando a mãe, por ser apenas adolescente.
 
Roberto Motta em 12/12/2012 21:42:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions