A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

01/09/2011 14:16

Bolivianos são presos com dois quilos de cocaína em cápsulas no estômago

Nadyenka Castro

Prisão ocorreu em Paranaíba, após denúncia anônima à Polícia Civil. Ambos eram passageiros de um ônibus intermunicipal

Os bolivianos Jacob Ribeiro, 47 anos, e Keni Vasquez Cahuana, 20 anos, foram presos na madrugada dessa quarta-feira, em Paranaíba, a 422 quilômetros de Campo Grande, com quase dois quilos de cocaína em cápsulas no estômago.

A Polícia Civil de Aparecida do Taboado recebeu denúncia de que havia dois bolivianos suspeitos em um ônibus que havia saído de Campo Grande com destino à Paranaíba.

Policiais civis de Paranaíba foram avisados e equipes dos dois municípios abordaram o coletivo quando chegava à área urbana.

Os bolivianos foram identificados e inicialmente deram explicações contraditória sobre a viagem ao município.

Conforme a Polícia Civil, um deles disse que iria visitar a irmã, mas não sabia endereço nem telefone. O outro declarou que iria visitar um primo preso no presídio, no entanto, não sabia qual era o dia de visita.

Diante da situação, foram levados para a Santa Casa do município onde exame de Raio-X verificou que havia cápsulas no estômago de ambos.

Segundo a Polícia Civil, com Jacob havia 96 cápsulas, as quais pesaram 1,065 quilos. Ele declarou que receberia 800 dólares pelo transporte.

Já no estômago de Keni tinha 80 cápsulas que pesaram 885g e receberia 700 dólares.

Ambos receberam atendimento médico e no começo da noite tiveram alta e na delegacia de Polícia Civil foram autuados em flagrante por tráfico de drogas.

Jacob tinha mais de um quilo de cocaína no estômago. (Foto: Divulgação)Jacob tinha mais de um quilo de cocaína no estômago. (Foto: Divulgação)
Keni transportava 80 cápsulas de cocaína no estômago. (Foto: Divulgação)Keni transportava 80 cápsulas de cocaína no estômago. (Foto: Divulgação)
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...
Hospital Universitário de Dourados alerta para golpe do falso médico
Falso médico estaria agindo em nome do HU-UFGD (Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados) e nesta segunda-feira entrou em co...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions