A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

26/08/2015 11:06

BR-163 tem 23 km de duplicação entregues hoje; total soma 48 km

Priscilla Peres
A CCR MSVia prevê encerrar a entrega de 80 km de duplicação até amanhã. (Foto: Rachid Waqued/CCR)A CCR MSVia prevê encerrar a entrega de 80 km de duplicação até amanhã. (Foto: Rachid Waqued/CCR)

A CCR MSVia, responsável pela administração da BR-163, liberou hoje (25) mais 23,6 quilômetros de duplicação da rodovia nos municípios de Sonora, Rio Verde de Mato Grosso e Caarapó. Com esses, já são 48 quilômetros duplicados em operação.

Veja Mais
Empresa libera 4 km em Rio Verde e BR-163 já tem 25 km duplicados
Empresa libera mais 15 km de duplicação da BR-163 para tráfego

Sete trechos da BR-163 foram entregues este mês, sendo o primeiro no dia 09, dois dia 19, quarto trecho no dia 24 e três trechos nesta terça (25). Hoje, foram 8,02 quilômetros em Sonora (do km 830,646 ao km 822,620), 4,05 quilômetros em Rio Verde de Mato Grosso (do km 654,387 ao km 650,329), e 11,7 na região de Caarapó (do km 203,895 ao km 192,250).

A CCR MSVia prevê encerrar a entrega de 80 km de duplicação até amanhã (27), com a abertura ao tráfego de mais um trecho em Caarapó, um entre Bandeirantes e Camapuã e um último em São Gabriel do Oeste.

O pedágio começará a ser cobrado assim que a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) receber formalmente as obras e divulgar o valor das tarifas. As novas pistas contam tem duas faixas de rolamento com 3,60 metros de largura, cada, mais acostamento com 2,50 metros de largura, cada, e faixa de segurança à esquerda, de 60 centímetros. O canteiro central que separa a nova pista da pista antiga conta com gramado.

A operação de liberação de pistas aconteceu com o apoio das equipes do SAU – Serviço de Atendimento ao Usuário, e acompanhamento da Polícia Rodoviária Federal. A Concessionária solicita aos motoristas, que atentem para a nova sinalização e que respeitem os limites de velocidade.




Como era previsto e divulgado em artigo publicado no jornal O Estado MS, a CCR cumpriu os 10% mínimo de duplicação executando as obras de forma retalhada. Foram executadas duplicação nas praças de pedágio, obrigatório, e em diversos pontos. O que a população, os usuários esperavam, minimamente, eram 80 km contínuos, principalmente no trecho entre Campo Grande e Nova Alvorada do Sul, trecho com maior fluxo de veículos. A CCR cumpriu o mínimo do contrato, pavimentar 10% do total da concessão - 800km, e agora é esperar a eternidade para "ver" a BR-163 totalmente duplicada!!! Infelizmente não estarei por aqui para ver isso. Lamentável!!!! E esperamos que a mídia seja crítica sobre essas obras e não faça como a mídia paranaense que não mostras as mazelas da CCR em prejuízo da população.
 
Martins em 26/08/2015 12:51:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions