A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

25/09/2014 18:29

Buscas a 11 desaparecidos em naufrágio são suspensas por falta de visibilidade

Eduardo Penedo, Viviane Oliveira e Priscilla Peres, enviada especial a Porto Murtinho
As buscas aos 11 desaparecidos foram encerradas,mas serão retomadas amanhã(26) a a partir das 6h30. (Foto: Marcelo Calazans) As buscas aos 11 desaparecidos foram encerradas,mas serão retomadas amanhã(26) a a partir das 6h30. (Foto: Marcelo Calazans)

As buscas a 11 desaparecidos no barco-hotel Sueño del Pantanal, que virou no Rio Paraguai, em meio ao tornado que atingiu Porto Murtinho, município a 431 quilômetros de Campo Grande, foram suspensas, às 17h30 desta quinta-feira, por falta de visibilidade. Vinte e sete pessoas estavam a bordo, das quais 13 se salvaram, três já foram encontradas mortas e 11 continuavam desaparecidas. As buscas devem ser retomadas amanhã (26), por volta das 6h30.

Veja Mais
Morre menina de 11 meses ferida após carro da família capotar em rodovia
Condutor perde controle de caminhonete, derruba poste e foge

De acordo com o comandante do Corpo de Bombeiros na cidade, tenente Landis Dorneles Pereira, no total 14 mergulhadores estão no local. São 7 militares de Campo Grande, quatro de Dourados, três de Jardim e três de Porto Murtinho. Quatro embarcações foram cedidas pela Marinha do Brasil para auxiliar nas buscas. “Uma equipe vai localizar a embarcação e a outra procurar os desaparecidos”, diz.

Para auxiliar as vítimas barco-hotel Sueño del Pantanal , o Paraguai enviou o Ministro da Emergência Nacional Joaquim Roa, acompanhado do representante do Ministério das Relações Exteriores, Javier Ariola e da promotora de Justiça, Dora Irrazala, além de um médico legista, perito e seis mergulhadores paraguaios que estão revezando nas buscas com os 14 brasileiros.

O naufrágio foi provocado por um tornado, com ventos superiores a 93 quilômetros, que atingiu a cidade, causando um rastro de destruição. O prefeito de Porto Murtinho, Heitor Miranda (PT), foi para Brasília hoje buscar ajuda federal para os reparos na cidade.

Segundo ele, casas foram destelhadas e pelo menos cem árvores foram derrubadas pelo temporal. Os prejuízos estão sendo levantados e equipes da prefeitura percorrem a cidade para dar auxílio às famílias atingidas.

Morre menina de 11 meses ferida após carro da família capotar em rodovia
Sofia de Almeida Flores, de 11 meses de vida, morreu na madrugada de hoje (5) em Dourados, a 233 km de Campo Grande, após ficar ferida em acidente oc...
Homem de 33 anos é morto com golpes de facão e foice em fazenda invadida
Um homem de 33 anos foi morto a golpes de facão e de foice durante uma briga envolvendo índios na fazenda Novilho, município de Caarapó, a 283 km de ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions