A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

20/12/2012 08:35

Caarapó e Nova Andradina celebram juntas aniversário de 54 anos de emancipação

Gabriel Neris
Caarapó comemora 54 anos de emancipação nesta quinta-feira (Foto: Divulgação)Caarapó comemora 54 anos de emancipação nesta quinta-feira (Foto: Divulgação)

Os municípios de Caarapó e Nova Andradina, localizados há 283 km e 300 km de Campo Grande, respectivamente, comemoram nesta quinta-feira (20) 54 anos de emancipação.

Veja Mais
Fiems pede que governo mantenha contratos de incentivos fiscais
Reinaldo chega a Dourados para lançamento e entregas de obras

Atualmente com cerca de 23 mil habitantes, Caarapó conta com 30% da população residindo na área rural. O povoamento da região teve início pelos mineiros, nome dado aos trabalhadores da Companhia Mate Laranjeira, que se dedicavam à extração da erva-mate nativa.

A primeira povoação foi nomeada de Santa Luzia sendo construída pela companhia em virtude da necessidade de se estabelecer um ponto de pouso para os tropeiros que demandavam o norte do Estado em grande número. O progresso teve por base a extração da erva-mate, concessionária da exploração, e entregava a terceiros. Trilhas conhecidas no vocabulário indígena como “tape-jacienda” se prolongavam até o rio Amambaí. Daí em diante, o transporte da erva-mate era efetuado por via fluvial até os centros consumidores.

Nova Andradina comemora nesta quinta-feira (20) 54 anos (Foto: Divulgação)Nova Andradina comemora nesta quinta-feira (20) 54 anos (Foto: Divulgação)

Nova Andradina – Município com quase 46 mil habitantes, Nova Andradina teve sua região colonizada pelo paulista Antônio Joaquim de Moura Andrade, em 1938, quando adquiriu terras nas proximidades da Formosa baía do Rio Samambaia, em plena selva, no vale do Rio Paraná.

Em 1957, houve loteamento de diversas propriedades rurais estabelecendo vantagens para os adquirentes, determinando a vinda de grandes levas de migrantes, principalmente nordestinos, paulistas, paranaenses e mineiros.

Um prédio de alvenaria foi construído e denominado Grupo Escolar Moura Andrade. O topônimo é uma homenagem ao seu fundador. O vocábulo Nova foi acrescentado para evitar confusão com o município do interior paulista, também fundado por Moura Andrade.




Parabêns por mais uma data - a população merece festejar mais um ano de amancipação politicia. parabens a toda população.
 
luis claudio lde quadros em 20/12/2012 10:16:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions