A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

21/02/2015 09:34

Caminhoneiro é morto em assalto e suspeitos dizem que ele foi "hostil"

Ricardo Campos Jr.
Suspeitos de integrar grupo que matou caminhoneiro em assalto (Foto: Vilson Nascimento / A Gazeta News)Suspeitos de integrar grupo que matou caminhoneiro em assalto (Foto: Vilson Nascimento / A Gazeta News)

Valdesco Riquelme, 23 anos, e Rodrigo Matias, de 24 anos, foram presos e quatro adolescentes com idades entre 12 e 16 anos foram apreendidos por envolvimento na morte do caminhoneiro Paulo Godoy, 63 anos, esfaqueado em casa na terça-feira de Carnaval. Segundo informações do site A Gazeta News, o grupo invadiu o imóvel para roubar. Um dos suspeitos disse que a vítima agiu de "forma hostil" com o bando e por isso foi morta.

Veja Mais
Homem de 52 anos é encontrado morto em casa e suspeita é de latrocínio
Ex-presidiário morre com tiro na cabeça e família acredita em latrocínio

O corpo foi encontrado por vizinhos, que acionaram a polícia. O caso foi apurado pelo SIG (Setor de Investigação Geral) da delegacia local com apoio do DIP (Departamento de Inteligência Policial) de Campo Grande. Em 48h todos os envolvidos já haviam sido capturados. Todos são indígenas, alguns moram na aldeia Limão Verde e o restante não tem residência fixa.

Em depoimento, conforme o site local, todos confessaram o crime, mas nenhum quis assumir a responsabilidade pelas facadas. Conforme relatos da polícia à equipe de reportagem, evidências apontam que Valdesco matou o caminhoneiro. Ele inclusive já tem passagens por tentar assassinar a própria mãe. Ainda diante das provas, ele nega e culpa um dos adolescentes.

O crime – A vítima, conforme o site A Gazeta News, morava sozinha e tinha o costume de assistir televisão no sofá da sala de porta aberta, o que segundo a polícia pode ter facilitado a ação do grupo. Ele foi esfaqueado no cômodo e depois arrastado para o banheiro da residência.

Foram recolhidos pelos suspeitos dois celulares de pequeno valor, alimentos e outros objetos da vítima. Os telefones foram recuperados pela polícia. Após exame necroscópico, o corpo seguiu para Apuracana (PR), onde mora a família dele.

Ex-presidiário morre com tiro na cabeça e família acredita em latrocínio
Morreu na madrugada deste domingo (18) um ex-presidiário atingido com um tiro na cabeça no sábado. Ronaldo Machado, 39 anos, pode ter sido vítima de ...
Mulher é morta asfixiada em casa e polícia acredita em latrocínio
Uma mulher de 52 anos foi encontrada morta em casa, na noite desta quinta-feira (18), em Ponta Porã, a 323 quilômetros de Campo Grande. A vítima, ide...
Polícia encontra carro e suspeita de latrocínio no caso Inferninho
O carro do homem encontrado morto no domingo (14), na cachoeira inferninho, em Campo Grande, identificado apenas como “Thiago”, foi encontrado pela P...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions