A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

11/05/2015 16:05

Campanha imuniza 9.500 pessoas e vacina continua disponível nos postos

Meta é imunizar 80% das 64,1 mil pessoas dos grupos considerados prioritários em Dourados; campanha segue até dia 22

Helio de Freitas, de Dourados
Vacina contra a gripe continua disponível nos postos até dia 22 para os grupos prioritários, como crianças e idosos (Foto: Assecom/Chico Leite)Vacina contra a gripe continua disponível nos postos até dia 22 para os grupos prioritários, como crianças e idosos (Foto: Assecom/Chico Leite)

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza imunizou pelo menos 9.500 pessoas de quarta-feira da semana passada até sábado em Dourados, a 233 km de Campo Grande. Faltando 11 dias para o encerramento, a campanha, iniciada com dois dias de atraso devido à demora no envio das doses, atingiu até agora menos de 15% da meta da Secretaria Municipal de Saúde, que é vacinar contra a gripe 64,1 mil pessoas dos considerados grupos prioritários.

Veja Mais
Campanha de vacinação contra a gripe prossegue nos postos de saúde da Capital
Dia D da vacinação acontece neste sábado em postos, shoppings e supermercados

Para atingir a meta, todos os postos de saúde do município disponibilizam a vacina aos moradores das 8h às 11h e das 13h às 17h.

Devem receber a vacina as crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade. Esse grupo é formado por 14.599 pessoas. Os demais grupos são os trabalhadores de saúde (4.871 pessoas), gestantes em qualquer idade gestacional (2.770), mulheres até 45 dias após o parto (455), povos indígenas (13.652), pessoas com 60 anos de idade ou mais (18.231), pessoas com doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, por exemplo, (9.605) e população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional (sem população estimada).

De acordo com a Secretaria de Saúde, todas as pessoas que forem tomar a vacina devem levar a carteirinha de vacinação, além de um documento pessoal com foto para comprovar a idade. Profissionais de saúde precisam comprovar identificação do cargo e os quem tem doenças crônicas tem de levar a prescrição médica ou estar cadastrado da unidade básica de saúde do bairro onde mora.

“O doente crônico que já é acompanhado pela unidade básica não precisa da prescrição médica, basta ir ao posto de referência onde costuma ser atendido para receber a vacina. Quem faz tratamento particular ou usa planos de saúde, precisa levar a prescrição”, explica Carla Cristina Ribeiro, coordenadora do Núcleo de Imunização da Secretaria de Saúde.

Dias de vacinação – Além das ações nos postos de saúde, o Núcleo de Imunização elaborou uma programação para aplicação das doses em locais de grande concentração dos grupos prioritários.

Nesta segunda-feira começaram as ações de imunização nos hospitais. O primeiro foi no Hospital do Coração. Amanhã a vacinação será feita no Hospital Evangélico, dia 13 no Hospital do Câncer, dia 14 no hospital da Cassems e dia 18 no Hospital da Vida.

No clube dos idosos da comunidade nipônica a vacinação será na próxima terça-feira, dia 19. A Apae (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais) recebe a equipe no dia 20 e o Lar Santa Rita no dia 21.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions