A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

20/05/2015 15:27

Campanha termina sexta, mas só 39% de 64 mil pessoas tomam vacina

Helio de Freitas, de Dourados
Campanha de vacinação termina sexta-feira, mas apenas metade do público prioritário recebeu a vacina até agora (Foto: Chico Leite/Assecom)Campanha de vacinação termina sexta-feira, mas apenas metade do público prioritário recebeu a vacina até agora (Foto: Chico Leite/Assecom)

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza termina na sexta-feira, dia 22, mas em Dourados, a 233 km de Campo Grande, apenas 39% das 64,1 mil pessoas que fazem parte dos grupos considerados prioritários tomaram a vacina. Até a tarde desta quarta-feira o Ministério da Saúde não havia informado se a campanha será prorrogada.

Veja Mais
Vacina tem pouca adesão e gripe já matou oito em MS, diz ministério
Na última semana de campanha, procura por vacina contra a gripe ainda é tímida

A quantidade de pessoas imunizadas até agora representa 50% da meta municipal, já que o objetivo é imunizar 80% da população que faze parte dos grupos prioritários - crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto, índios, pessoas com 60 anos de idade ou mais, pessoas com doenças crônicas como diabetes e hipertensão, profissionais de saúde, presos e funcionários do sistema prisional.

Acima da média – Entretanto, apesar da baixa cobertura até agora, o Núcleo de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde afirma que o índice está acima da média estadual (32%) e nacional (36%). As doses estão disponíveis em todas as unidades de saúde da cidade e dos distritos.

“Quanto mais pessoas imunizadas, menos vírus circulando”, afirmou Carla Cristina Ribeiro, gerente do Núcleo de Imunização. A transmissão da influenza ocorre através de partículas de secreções de pessoas infectadas ao tossir, espirrar ou contato com as mãos, por exemplo.

As pessoas que fazem parte dos grupos prioritários devem levar a carteirinha de vacinação até o posto de saúde, junto com um documento pessoal com foto para comprovar a idade. Os profissionais de saúde precisam apresentar algum tipo de identificação do cargo e quem tem doença crônica deve apresentar a prescrição médica ou estar cadastrado da unidade de saúde do seu bairro.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions