A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

14/11/2016 15:24

Carvoeiro que tentou matar colega queimado vai a júri na quarta-feira

Crime aconteceu em 2011, em Corguinho, cidade que pela primeira vez sediará sessão do Tribunal do Júri

Anahi Zurutuza
Carreta da Justiça em pleno funcionamento (Foto: TJMS/Divulgação)Carreta da Justiça em pleno funcionamento (Foto: TJMS/Divulgação)

Nesta quarta-feira (16), na Carreta da Justiça, será realizado o primeiro júri popular em Corguinho – a 88 km de Campo Grande. O caminhão que carrega aparato do Judiciário estadual para os municípios que não têm Fórum, por exemplo, está estacionado desde o dia 3 de novembro na cidade do interior

Veja Mais
Durante mutirão, tribunais da Capital vão levar a júri ao menos 19 réus
Lutador que espancou hóspede até a morte vai a júri, confirma Tribunal

Quem vai a júri é o carvoeiro Irinaldo Teixeira Lima, 46, que em 2011 tentou matar um colega de trabalho ateando fogo ao barraco dele. O crime aconteceu na tarde do dia 10 de junho, na fazenda Mimoso, na região das Sete Placas, em Corguinho.

O réu e Raimundo José Diniz Catanhede discutiram e a vítima teria dado um tapa no rosto de Irinaldo, que com raiva, molhou as paredes do barraco do colega e ateou fogo, sabendo que José estava dentro do local.

O acusado voltou a trabalhar normalmente e quando viu que outros empregados da fazenda tentavam apagar as chamas, ele foi ajudar no combate, mas disse à polícia que era “para que o fogo não se alastrasse pela fazenda”. Irinaldo fugiu, mas foi pego e confessou o crime, sem demonstrar arrependimento

O julgamento começa às 10h e será realizado no plenário da Câmara Municipal de Corguinho.

Carreta da Justiça – No dia 14 de outubro, a Carreta da Justiça começou a circular por Mato Grosso do Sul. A primeira parada foi em Rochedo, onde foi realizado o primeiro júri do Brasil como parte das ações da Vara da Justiça Itinerante de Mato Grosso do Sul. O projeto transformou todos os municípios do Estado, até os que não têm sede fixa do Judiciário, em comarcas.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions