A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

02/05/2014 15:21

Causa de incêndio que matou 3 adultos e 3 crianças intriga a polícia

Lidiane Kober
Incêndio resultou na morte de seis pessoas de uma mesma família (Foto: Marizete Spindola)Incêndio resultou na morte de seis pessoas de uma mesma família (Foto: Marizete Spindola)

As causas do incêndio na conveniência da cidade de Coronel Sapucaia, a 400 quilômetros de Campo Grande, intrigam a Polícia Civil. No comando do caso, o delegado Leandro Costa de Lacerda Azevedo confirmou que uma das linhas de investigação é a criminosa. A possibilidade leva em conta a posição dos corpos e o fato de nenhum ocupante da casa ter escapado das chamas.

Veja Mais
Prefeita decreta luto de 3 dias; pai das crianças é único sobrevivente
Fogo em conveniência pode ser criminoso e matou até bebê

Na tragédia, morreram seis pessoas de uma mesma família. A dona da conveniência, Rosângela dos Santos, 50 anos, e seu filho, Alejandro dos Santos, 22, foram encontrados em um dos cômodos da residência. “O quarto tinha janela e sem grade”, observou o delegado.

A outra filha da comerciante, Vanussa dos Santos, 26, e os três filhos - Thiago dos Santos, 10, Sabrina dos Santos, 4, e Stefani dos Santos, de 10 meses - foram localizado no banheiro da casa. “Geralmente, todas as vítimas de incêndio acidental correm para o mesmo local. Neste caso, os corpos estavam distantes e quatro foram localizados no banheiro, com janela pequena e sem condições de escapatória”, comentou Azevedo.

Ainda segundo ele, o fogo começou na parte de trás da conveniência, que também servia de casa da família. Boato, que circula pela cidade, é de que uma quadrilha roubou o estabelecimento e ateou fogo. “A possibilidade de assalto é remota”, disse o delegado. “Não houve arrombamento”, justificou.

A polícia também não descarta a vertente de o incêndio ser acidental. “Havia um depósito na conveniência, com muita tranqueira dentro. Não descartamos a chance de ter lá dentro um material tóxico que contribuiu para espalhar mais rápido as chamas”, afirmou Azevedo. Ainda neste sentido, contribuiu o fato de parte da casa ser de madeira. “Agora, não há indício de botijão de gás ter originado o fogo”, emendou. 

Uma equipe de peritos de Ponta Porã chegou, no início da tarde, ao município para ajudar nos trabalhos. “As causas do incêndio nos intrigam muito, somente após arrolar testemunhas, obter o resultado da perícia, teremos a linha certa da investigação”, avaliou o delegado, que foi de Amambai para apurar o caso.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions