A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2017

12/03/2012 21:17

Centro de atendimento à mulher vítima de violência é reativado em Dourados

Elverson Cardozo

O centro de atendimento à mulher vítima de violência, o “Viva Mulher”, retomou os trabalhos nesta segunda-feira (12), em Dourados, município distante 225 quilômetros de Campo Grande.

No local, mulheres vítimas de violência recebem orientação jurídica, atendimento psicológico e de assistentes sociais. Para a delegada da mulher, Rozeli Dolor Galego, o centro vai oferecer melhor conforto e qualidade nos serviços. E um único lugar, comentou, é possível receber informação e acolhimento.

A coordenadora do centro, Elizabeth Coca, afirma que o órgão permite humanização no trabalho de atendimento à mulher. “É aqui que a mulher vítima de violência busca autonomia, regata a auto-estima e aprende a viver de novo”, relata.

Participaram da reabertura do órgão estadual, membros da Defensoria Pública, Prefeitura de Dourados, Secretaria de Assistência Social e Delegacia da Mulher.

Centro - O “Viva Mulher” é um centro de amparo a mulheres maiores de 18 anos que sofrem com qualquer tipo de violência. As vítimas recém atendimento necessário à recuperação psicológica e social.

Após avaliação de técnicos, a mulher é encaminhada à Casa de Abrigo - uma extensão do centro -, onde fica amparada por no máximo 90 dias.

Serviço - O centro de atendimento à mulher atende das 7h às 11h e das 13h às 17h. O órgão está localizado na rua Hiran Pereira de Matos, 1.520, Vila Mary, em Dourados.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (67) 3424-5268 ou pelo e-mail: vivamulherdourados@hotmail.com

Prefeitura perde na Justiça e terá que pagar retroativos a professores
Em decisão tomada por unanimidade pelos desembargadores da 1ª Câmara Cível do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), a prefeitura de Ivin...
Após relato sobre caça e extração ilegal de madeira, PMA apreende arma
Após receber denúncias de extração ilegal de madeira e caça ilegal sendo praticadas em Ivinhema - município localizado a 282 km de Campo Grande -, um...
Falso médico é acusado de matar paciente em hospital do interior
O MPE (Ministério Público Estadual) denunciou à Justiça e pediu a prisão do falso médico Marx Honorato Ortiz. Ele teria atuado no Hospital Municipal ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions