A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

23/11/2011 11:02

Chapadão do Sul faz campanha de combate à violência contra a mulher

Edmir Conceição

De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social, na quinta haverá palestra no Assentamento Aroeira. Na sexta-feira a palestra será no CRAS Esperança.

Mulheres participam de atividades da campanha de combate à violência. (Foto: Divulgação).Mulheres participam de atividades da campanha de combate à violência. (Foto: Divulgação).

A Prefeitura de Chapadão do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) encerra nesta sexta-feira, 25, a campanha “Uma Vida sem Violência é Direito das Mulheres”.

A campanha foi iniciada no dia 17 com a realização de palestras e distribuição de matéria informativo buscando sensibilizar toda a sociedade da importância da denúncia no combate à violência doméstica e contra as mulheres. É um problema de toda a sociedade e a comunidade deve ser mobilizar, de acordo com o CREAS.

Em Chapadão do Sul a campanha é desenvolvida todos os anos, em razão do Dia Internacional de Combate à Violência Contra a Mulher, obtendo a cada edição o apoio de todos os segmentos da comunidade.

As mulheres são orientadas sobre as leis que as protegem, como a Lei Maria da Penha, e os diversos tipos de violência, além de informar sobre a rede de atendimento que existe no município para garantir os direitos das vitimas.

De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social, na quinta haverá palestra no Assentamento Aroeira. Na sexta-feira a palestra será no CRAS Esperança.

Jovens são rendidos em frente de casa por dupla armada durante a madrugada
Três jovens, todos com 21 anos, foram rendidos enquanto estavam em frente de casa por dois ladrões armados, que chegaram a pé. Eles foram obrigados a...
Embriagada e cansada de apanhar, mulher mata marido com facada
Embriagada e cansada de apanhar, Maria Aparecida Ortiz, 49, matou Luis Carlos Ajala, 41, com uma facada no braço direito. Ele perdeu muito sangue e v...



O ASSUNTO É INTERESSANTE, TODA VIDA HOUVE VIOLÊNCIA ENTRE PESSOAS, NÃO É SÓ AGORA, POIS O SER HUMANO, SEMPRE FOI DESOBEDIENTE A DEUS, ACONSELHA-SE HOMENS E MULHERES PROCURAREM AS IGREJAS, SE DEFINIREM COM DEUS, QUE TUDO SE RESOLVE NA PAZ, NÃO A LEI DA TERRA, DEUS É O PAI DO CASAMENTO, E O MAL DO DESCASAMENTO, QUAL VOCÊ ESCOLHE? PENSE BEM, ANTES DE TUDO, PROCURE O PADRE OU PASTOR DE SUA IGREJA.
 
PEDRO BRAGA em 23/11/2011 07:02:42
A LEI EXISTE MAS , NA MAIORIA DAS VEZES A MULHER É A CULPADA POIS ELA SOFRE A VIOLENCIA DOMÉSTICA DÁ QUEIXA E NA HORA DE REPRESENTAR ELA NÃO O FAZ ;E AI O INDIVIDUO SAI LIVRE DA CADEIA , E VOLTA AO CONVIVIO COMO SE NADA TIVESSE ACONTECIDO O QUE INCENTIVA A COMETER O DELITO MAIS UMA VEZ .
A MULHER DEVE DENUNCIAR E REPRESENTAR SENÃO A TAL LEI MARIA DA PENHA NÃO SAI DO PAPEL,
 
VINICIUS MARQUES em 23/11/2011 03:53:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions