A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2017

09/03/2015 17:12

Cinco meses após Operação Atenas, prefeito se reúne com vereadores

Todos os presentes na reunião tomaram posse após afastamento de eleitos em 2012 acusados de corrupção

Helio de Freitas, de Dourados
Prefeito Léo Matos (1º à esquerda) reunido nesta segunda com vereadores de Naviraí (Foto: Divulgação)Prefeito Léo Matos (1º à esquerda) reunido nesta segunda com vereadores de Naviraí (Foto: Divulgação)

O prefeito de Naviraí Léo Matos (sem partido) se reuniu nesta segunda-feira com sete vereadores e seis suplentes do município, localizado a 366 km de Campo Grande. É a primeira reunião coletiva do chefe do Executivo com os legisladores após a Operação Atenas levar para a cadeia cinco vereadores da cidade e transformar todos os eleitos em 2012 em réus por corrupção, em outubro do ano passado.

De acordo com a assessoria de comunicação da prefeitura, a reunião no gabinete de Léo Matos foi para discutir melhorias para saúde, infraestrutura, educação e limpeza pública da cidade. Participaram o presidente interino da Câmara Benedito Missias, os vereadores Antonio Carlos Klein, Marcio Scarlassara, Luis Ávila Silva Júnior, Donizete Nogueira, Luiz Carlos Garcia e Dejalma Marques de Oliveiras e os suplentes Marcio Albino, Delclécio Zeni, Cláudio Cesar Paulino, Manoel Messias, Josias de Carvalho e Alexandre Goodman.

“Percebi que todos os vereadores têm o mesmo pensamento que o nosso e estão imbuídos em trabalhar em prol de Naviraí”, disse o prefeito, que pediu a reunião para ampliar o diálogo com a Câmara. As investigações da Polícia Federal do Ministério Público revelaram que os vereadores afastados após a Operação Atenas praticavam extorsão contra o prefeito, para aprovar seus projetos na Câmara e impedir a abertura de CPIs.

No encontro desta segunda, Léo Matos fez uma explanação dos recursos destinados para Naviraí em 2015. “Temos muitas coisas boas para este ano e passamos tudo aos vereadores. Com certeza vão nos ajudar”, afirmou o prefeito.

Donizete Nogueira disse que o encontro positivo, já que o prefeito mantém a saúde como prioridade. Léo Matos disse que vai marcar uma reunião com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), para pedir mais recursos para os serviços de saúde. “Um repasse maior para saúde desonera o investimento da prefeitura e sobra mais dinheiro para ser investido em asfalto e drenagem nos bairros”, disse Nogueira.

Após relato sobre caça e extração ilegal de madeira, PMA apreende arma
Após receber denúncias de extração ilegal de madeira e caça ilegal sendo praticadas em Ivinhema - município localizado a 282 km de Campo Grande -, um...
Falso médico é acusado de matar paciente em hospital do interior
O MPE (Ministério Público Estadual) denunciou à Justiça e pediu a prisão do falso médico Marx Honorato Ortiz. Ele teria atuado no Hospital Municipal ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions