A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2017

20/08/2013 11:54

Com 110 liminares de despejo, Cigcoe começa retirar famílias de fazenda

Aliny Mary Dias

Após pedido do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) de Mato Grosso do Sul, a Justiça Federal expediu, no início deste mês, 110 liminares para despejo de famílias que compraram lotes irregulares de propriedades destinadas à reforma agrária no Estado.

Segundo a assessoria do órgão, foram feitos 350 pedidos de despejo, mas apenas parte deles foram acatados pela Justiça. Com a autorização judicial, militares da Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) da Capital estão em Itaquiraí, a 410 quilômetros de Campo Grande, desde a madrugada desta terça-feira (20) para cumprir as ordens.

Em Itaquiraí, a fazenda alvo da ação é a Santo Antônio que possui 28 mil hectares e mais de 1,1 mil famílias assentadas. Segundo o Incra, muitas famílias compraram o lote de forma irregular em 2010 e corriam o risco de despejo.

A primeira ordem expedida é para o despejo de 50 famílias e duas delas foram colocadas para fora da fazenda após a ação da tropa de choque da Cigcoe. Segundo o Incra, as famílias foram notificadas e sabiam que corriam o risco de perder os lotes.

Além dos militares da Cigcoe, dois oficiais de Justiça, servidores do Incra e caminhões para retirada das mudanças estão em Itaquiraí. Não há previsão para a retirada das 50 famílias, mas as ordens devem ser cumpridas até o fim da semana.

Além da Fazenda Santo Antônio, a Fazenda Itamarati em Ponta Porã, a 323 quilômetros de Campo Grande, também será alvo de ações de despejo. Ainda não há data definida para a retirada das famílias, segundo o Incra.

Prefeitura perde na Justiça e terá que pagar retroativos a professores
Em decisão tomada por unanimidade pelos desembargadores da 1ª Câmara Cível do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), a prefeitura de Ivin...
Após relato sobre caça e extração ilegal de madeira, PMA apreende arma
Após receber denúncias de extração ilegal de madeira e caça ilegal sendo praticadas em Ivinhema - município localizado a 282 km de Campo Grande -, um...
Falso médico é acusado de matar paciente em hospital do interior
O MPE (Ministério Público Estadual) denunciou à Justiça e pediu a prisão do falso médico Marx Honorato Ortiz. Ele teria atuado no Hospital Municipal ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions