A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

16/08/2015 15:50

Com menos de 500 pessoas, protesto tem balões com nome de políticos

Flávia Lima e Helio de Freitas
Protesto teve balões com nomes de políticos acusados de corrupção. (Foto:Helio de Freitas)Protesto teve balões com nomes de políticos acusados de corrupção. (Foto:Helio de Freitas)

Enquanto em Campo Grande o protesto contra a corrupção já atrai pelo menos 1,5 mil manifestantes na Praça do Rádio Clube, em Dourados o sol forte espantou a população, que disputa a sombra das árvores na Praça Antonio João, local marcado para a concentração do evento. Segundo a Polícia Militar, o ato reúne menos de 500 pessoas. 

Veja Mais
Com forte calor, cerca de 1.500 pessoas participam de protesto no Centro
BOPE faz operação para evitar ocorrências graves no protesto de domingo

Assim como na Capital, em Dourados também não houve passeata e  os discursos também foram abolidos. Os manifestantes levaram centenas de balões em verde e amarelo, onde constam nomes de políticos acusados de corrupção e que foram soltos no início do ato sob gritos de "Fora Dilma" e "Fora Lula".

Segundo os organizadores, o objetivo é "mandar os corruptos para o espaço". Os balões com gás hélio também carregam sementes de ipê.

Sob a locução do comerciante Cláudio Gaiofato, a trilha sonora escolhida é uma paródia da música Eduardo e Mônica, da banda Legião Urbana, porém os nomes de Dilma e Lula foram acrescentados à letra, que traz críticas a o cenário político atual.

Vaiado no protesto de abril, o presidente da Aced (Associação Comercial e Industrial de Dourados), Antonio Nogueira, um dos principais organizadores do evento, preferiu ficar longe do palco neste ato. Desde o segundo protesto, parece que os moradores do municípios desanimaram de manifestar, assim como os políticos com mandado presente, que não apareceram dessa vez.

O protesto ocorre em meio a sacos de lixo de uma feira realizada neste sábado (15) na praça, que ainda não foram recolhidos pelo serviço de limpeza pública.

Antonio Nogueira disse que apesar do pouco número de participantes, o protesto serviu para mostrar que Dourados não está alheia aos problemas nacionais e marcou sua participação nos movimentos deste domingo. “As pessoas foram para as ruas em 2013, mas não viram nada acontecer. Elas cansam de protestar e não ter resultado nenhum, preferem ficar em casa vendo o Corinthians”, afirmou.

Sacos de lixo ainda permaneciam no local do ato. (Foto: Helio de Freitas) Sacos de lixo ainda permaneciam no local do ato. (Foto: Helio de Freitas)
Sombra foi disputada por manifestantes na Praça Antonio João. (Foto:Helio de Freitas)Sombra foi disputada por manifestantes na Praça Antonio João. (Foto:Helio de Freitas)
BOPE faz operação para evitar ocorrências graves no protesto de domingo
O BOPE (Batalhão de Operações Especiais) da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul está em operação, neste sábado (15), nos considerados “pontos sensí...
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions