A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

11/04/2011 13:17

Comerciantes e pescadores alertam para falta de peixe na Semana Santa em Corumbá

Paula Vitorino

Comerciantes e pescadores alertam para falta de peixe na Semana Santa. (Foto: Capital do Pantanal)Comerciantes e pescadores alertam para falta de peixe na Semana Santa. (Foto: Capital do Pantanal)

Devido aos fenômenos causados pela cheia nos rios, os comerciantes de Corumbá alertam para a possibilidade de faltar pescado da mesa do consumidor durante a Semana Santa.

A preocupação dos pescadores é em relação a captura, que esse ano está sendo mais difícil por conta das chuvas.

“No período da cheia os peixes acabam nadando para a beira do rio, onde as lanchas não conseguem ir, senão atolam e isso dificulta a captura. Geralmente a época que dá mais peixe é depois da Semana Santa, quando o rio já começa a baixar. Neste ano a situação está um pouco pior que no ano passado. A pesca foi liberada e o rio já estava bastante sujo, escuro, pra gente conseguir pescar temos que ir na região de São Lourenço, a viagem dura de um a dois dias de lancha”, explica o pescador profissional Alex Oliveira.

A dificuldade em se encontrar peixe na região acontece, principalmente, pelo fenômeno da Decoada, quando os peixes que estão na superfície em busca de oxigênio geralmente não conseguem a medida necessária. Além disso, a água de cor ‘marrom’ dificulta o trabalho dos pescadores profissionais.

Para o comerciante Max Adoni, de 27 anos, que há 15 anos trabalha na área, a situação da pesca em Corumbá vem passando por problemas na quantidade de peixe, principalmente dentro da medida, nos últimos três anos.

“Antes chegavam lanchas aqui com cerca de 600 a 800 quilos de pescado, hoje está chegando no máximo 300kg”, afirma Max.

Para evitar ficar sem o ingrediente principal das receitas da Semana Santa a dica dos comerciantes é não deixar a compra para a última hora, “A partir do dia 18, com certeza o quilo do peixe irá subir, não podemos dizer ainda qual será o valor, porque depende muito do que os pescadores passam pra gente, mas em média chega a custar 17 reais o quilo do peixe inteiro e limpo.

(Com informações do site Capital do Pantanal)




FACÍL DE RESOLVER....IMPORTEM DO PARÁ......
 
GILMAR CANDIDO em 11/04/2011 11:53:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions