A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

03/01/2012 19:19

Conclusão de obra de captação minimiza falta de água na parte alta de Corumbá

Edmir Conceição
Reforço na captação de água melhora abastecimento na parte alta de Corumbá. (Foto: Reforço na captação de água melhora abastecimento na parte alta de Corumbá. (Foto:

As obras de duplicação da adutora que faz a captação de água do rio Paraguai para o sistema de tratamento e abastecimento de Corumbá foram concluídas. As frentes de serviço, no entanto, prosseguem para ampliação da Estação de Tratamento de Água e outras melhorias, segundo informações da empresa.

Veja Mais
Duas pessoas ficam feridas após veículo capotar em estrada vicinal
Traficante solta algemas e tenta fugir após ser apreendido com 115 kg de maconha

Com a ampliação da capacidade de captação de água do rio Paraguai, a Sanesul espera resolver o problema da falta de água na parte alta de Corumbá. De acordo com a Sanesul, o volume distribuído já aumento, mesmo antes do término das obras. Faltam ainda a conclusão da ampliação da Estação de Tratamento de Água e de outras melhorias.

Segundo o escritório da Sanesul em Corumbá a melhora no abastecimento com a ativação da adutora já era prevista pela Sanesul desde o início da obra. No entanto, o problema só estará solucionado no final de 2012, quando as demais etapas forem concluídas.

De acordo com o gerente regional da empresa em Corumbá, Sérgio Philbois, a solução definitiva virá com os investimentos do PAC 2, que viabilizarão dois novos reservatórios, novas redes e outras melhorias. Com isso, em 2014, Corumbá terá infraestrutura de abastecimento de água garantida para os próximos 20 anos.

Investimentos da Sanesul - O volume de investimentos da Sanesul em Corumbá chegam a R$ 89 milhões. Deste total, R$ 20 milhões de recursos próprios estão sendo aplicados em obras que começam a solucionar os problemas de falta de água na parte alta da cidade. As obras abrangem a duplicação da adutora - já concluída -, a ampliação da Estação de Tratamento de Água, a implantação de estações elevatórias de água e de novas redes.

Além desses investimentos, também estão previstos mais R$ 34,6 milhões do PAC 2 para mais melhorias nos sistemas de água e esgoto. As obras devem começar este ano e resolver definitivamente a falta de água. No total, a cidade deverá receber até o final do governo André Puccinelli mais de R$ 124 milhões de investimentos.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions