A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

12/07/2014 20:28

Condutor morre, após carro sair da pista e capotar na MS-156

Alan Diógenes
O veículo ficou destruído com as rodas para cima. (Foto: Vilson Nascimento)O veículo ficou destruído com as rodas para cima. (Foto: Vilson Nascimento)

Dilmar Ramão Martins, de 86 anos, morreu na hora quando o carro que conduzia, um Gol cor branca, saiu da pista e capotou por várias vezes, no final da tarde desse sábado (12), em Amambai, a 347 quilômetros de Campo Grande. 

Veja Mais
Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
Missão conjunta irá apurar violações de direitos humanos com índios de MS

Conforme informações do site A Gazeta News, o acidente aconteceu na Rodovia MS-156, trecho que liga Amambai a Tacuru, na altura da Aldeia Limão Verde, a cerca de cinco quilômetros da cidade.

Segundo uma testemunha do acidente, o veículo se deslocava normalmente pela rodovia estadual no sentido Amambai a Tacuru, quando repentinamente sofreu um desvio de direção, saiu da pista em um local de reta e capotou.

Durante a capotagem Dilmar Martins, que estava só e segundo a família é proprietário de um sítio situado nas proximidades da base da PRE (Polícia Militar Rodoviária Estadual), a cerca de 10 quilômetros da cidade, em Amambai, foi jogado para fora do carro.

O Corpo de Bombeiros de Amambai foi acionado, mas quando a guarnição chegou ao local o sitiante já estava morto.

De acordo com os bombeiros, possivelmente Dilmar Ramão Martins estaria sem o cinto de segurança, motivo pelo qual teria sido jogado para fora do Gol durante o capotamento.

Equipes das polícias, Militar e Militar Rodoviária Estadual estiveram no local do acidente realizando os levantamentos de praxe e controlando o tráfego na rodovia para evitar novos acidentes devido à aglomeração de pessoas, principalmente indígenas residentes na reserva local.

Uma filha do pequeno produtor rural esteve no local do acidente e reconheceu o corpo do pai.

A Polícia Civil de Amambai deverá instaurar inquérito para apurar as causas do acidente que resultou na morte do sitiante.

Boliviana indiciada após tragédia com voo da Chape pede refúgio em MS
A boliviana Celia Castedo Monasterio, indiciada pelo Ministério Público de seu país por ter autorizado o plano de voo da Chapecoense, com saída em Sa...
Hospital Universitário de Dourados alerta para golpe do falso médico
Falso médico estaria agindo em nome do HU-UFGD (Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados) e nesta segunda-feira entrou em co...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions