A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

06/02/2012 16:45

Curtume onde 4 morreram segue fechado, sem previsão de retomada

Francisco Júnior

Um dos trabalhadores que foi encaminhado para hospital de Presidente Prudente recebeu alta

Curtume onde aconteceu o acidente. (Foto: Marlon Ganassin)Curtume onde aconteceu o acidente. (Foto: Marlon Ganassin)

O curtume do frigorífico Marfrig, em Bataguassu, onde quatro pessoas morreram após um acidente ocorrido no último dia 31, segue fechado e não tem previsão para retomar os trabalhos. Dois funcionários que ficaram feridos com o vazamento de gás continuam internados na Santa Casa de Presidente Prudente.

De acordo com a assessoria do grupo, a empresa está auxiliando as autoridades nas investigações sobre as causas do acidente e, por conta disso, não há uma data especifica para reabertura do curtume. Trabalham no local cerca de 100 pessoas.

A assessoria informou ainda que a empresa está prestando todo o auxílio aos trabalhadores do curtume.

O acidente aconteceu quando um caminhão descarregava ácido dicloro-propiônico em um tanque submerso. O ácido entrou em contato com a substância que havia no tanque e causou a reação, exalando grande volume de gás tóxico. Três funcionários que estavam em uma estrutura acima do tanque caíram desmaiados. Um quarto trabalhador tentou descer pelas escadas, mas, também ficou inconsciente. Os quatro morreram no local.

De 24 trabalhadores que ficaram feridos, dois ainda continuam internados na Santa Casa de Presidente Prudente. Vinícius Alcântara Gartiner, 24 anos, e Sidney da Silva Vitorio, 39 anos. Este último ainda respira com ajuda de aparelhos. No último sábado, Leonardo Oliveira Silva, 36 anos, recebeu alta do hospital.

Carreta da Justiça realiza 368 atendimentos na terceira etapa do projeto
Em oito dias de atendimentos da Carreta da Justiça em Taquarussu - município localizado a 332 km de Campo Grande -, o projeto do TJ-MS (Tribunal de J...
Mesmo algemada, mulher usa isqueiro e coloca fogo em viatura policial
Elaine Cristina da Silva de 37 anos foi presa na noite de ontem (8) em Sonora, distante 364 km de Campo Grande, por porte ilegal de arma. Porém, mesm...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions