A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

22/10/2011 00:21

De helicóptero, PRF surpreende contrabandistas na fronteira

Paulo Fernandes
(Foto: Divulgação)(Foto: Divulgação)
Homens do Exército colocam carga apreendida em caminhão. (Foto: Divulgação)Homens do Exército colocam carga apreendida em caminhão. (Foto: Divulgação)

Usando um helicóptero, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) encontrou e desativou um entreposto utilizado por contrabandistas de cigarros na zona rural de Caracol – município localizado na região Sudoeste de Mato Grosso do Sul.

Veja Mais
Pistoleiro preso “some” e prefeito de Pedro Juan cobra polícia paraguaia
Morre menina de 11 meses ferida após carro da família capotar em rodovia

Foram apreendidas 845 caixas de cigarro (avaliadas em R$ 260), um carro Gol, uma Silverado com placas adulteradas, duas espingardas calibre 22 e aproximadamente 100 munições calibre 22 e 38.

A operação contou com 15 policiais rodoviários federais, 25 militares do Exército, cinco auditores da Receita Federal e um fiscal da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal).

O Exército de Bela Vista também deu apoio com o envio de três caminhões e camionetes para a retirada da carga.

Tudo começou ontem, às 16h, quando em um voo rotineiro a tripulação do helicóptero PRF Patrulheiro – 3 visualizou uma casa e anexos, além de dois veículos estacionados nas margens do Rio Apa, que divide Brasil e Paraguai.

Ao ouvirem o barulho da aeronave, quatro pessoas saíram correndo e entraram em um matagal.

Assim que o helicóptero pousou, os três policiais rodoviários federais que estavam na aeronave constataram que o local se tratava de um entreposto para carregamento de carretas.

Os contrabandistas utilizavam uma tirolesa para atravessar as caixas sobre o rio. A mercadoria então era acomodada sobre caixas e coberta com uma lona preta para não chamar atenção.

Segundo a Receita Federal, a multa tributária ao responsável pela propriedade rural pode ultrapassar a marca de R$ 200 mil.

Morre menina de 11 meses ferida após carro da família capotar em rodovia
Sofia de Almeida Flores, de 11 meses de vida, morreu na madrugada de hoje (5) em Dourados, a 233 km de Campo Grande, após ficar ferida em acidente oc...
Homem de 33 anos é morto com golpes de facão e foice em fazenda invadida
Um homem de 33 anos foi morto a golpes de facão e de foice durante uma briga envolvendo índios na fazenda Novilho, município de Caarapó, a 283 km de ...



Parabéns a PRF pelo trabalho. Se fiscalizarem dessa forma, com mais intensidade podes crer que muito mais será apreendido todos os dias. A idéia é repressão a criminalidade..Quanto ao comentário de Carmela de Andrade, a operação deve ter custado mais do que o produto, mas podes crer muitos pulmões foram preservados dessa droga...
 
Ronaldo Pissurno em 22/10/2011 12:09:00
Escuta, quanto custou a operação e quanto valem os bens? Pelo o quê consta na notícia, ficava mais barato não fazer nada....
 
Carmela de Andrade em 22/10/2011 11:26:22
Tem que dizer o nome do proprietario das terras e dos contrabandistas, parabens a prf
 
antonio lino em 22/10/2011 11:00:06
parabens ao belo trabalho realizado pela policia rodoviaria federal,enfim as coisas começarao a acontecer nessa fronteira brasileira......ja aproveitando e fazendo uma denucia,poderia dar uma investigada nos "testas de ferro" q brotarao aqui em bela vista,pessoas q da noite para o dia adiquirirao verdadeiras fortunas,e olha q nao foi nem um premio da mega sena.
 
roberto perez em 22/10/2011 09:03:36
Se fossemos pensar como a Carmela de Andrade, não teríamos polícia, escola e hospitais, afinal de conta custa caro. Todo o pessoal envolvido nesta operação já faz parte da folha de pagamento do governo, custo é o mesmo, o custo extra fica por conta do combustível, será muito? Parabéns a todos envolvidos nesta operação fizeram um ótimo serviço, não considerem opiniões desprovidas de inteligência.
 
jose antonio em 22/10/2011 07:58:08
Parabens PRFs, e não importa se é um maço de cigarro, ou o que apreederam, o importante é que descobriram e desestruturaram uma quadrilha que de certo já enviaram milhares de maços deste produto, dando um calote no sistema, onde burlando fiscalizações, deixam de pagar os impostos devidos. Foi imfeliz a Carmélia, no comentário, a Polícia tem que patrulhar mesmo e não importa se é um maço. Parabens.
 
mauricio da silva em 22/10/2011 01:39:45
por isso confio muito na policia rodoviaria e exercito,parabens pelo serviço prestado pelo povo fronteriço,seja brasileiros ou paraguaios,aqui nessa fronteira muito sao honestos e trabalhadores....mas q tem gente q fico rico da noite para o dia aqui em bela vista,aahh!!! sim tem e é ate provavel candidato a prefeito.
 
fabiana medeiros em 22/10/2011 01:15:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions