A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

22/02/2013 15:17

Delcídio diz que asfalto da MS-178 integra polos de turismo no Estado

Josemil Rocha
Obra vai beneficiar centenas de famílias, diz DelcídioObra vai beneficiar centenas de famílias, diz Delcídio

Além de facilitar a vida de centenas de famílias que vivem em propriedades rurais ao longo da rodovia MS-178, que liga Bonito a Bodoquena, o asfaltamento vai integrar dois importantes polos de turismo de Mato Grosso do Sul, na avalição do senador Delcídio do Amaral (PT). “Cria um novo roteiro turístico, onde será possível, em poucos dias, conhecer tanto as belezas de Bonito, Jardim e dos demais municípios do Sudoeste, quanto as cachoeiras de Bodoquena e os encantos do Pantanal em Miranda, Aquidauana e Corumbá”, destacou o senador sul-mato-grossense.

Veja Mais
Obras integram grandes regiões e fortalecem turismo de MS, diz Cabral
Governador lança duas licitações de obras em Bonito

Delcídio destacou o fato de que o asfaltamento da rodovia vai movimentar o comércio e o setor de serviços, gerando empregos em restaurantes, bares, hotéis, empresas de transporte, locadoras de automóveis, postos de gasolina e nas agências que trabalham com o turismo receptivo.

Segundo o senador, a obra foi iniciada com recursos oriundos de uma emenda do parlamentar ao orçamento do Ministério do Turismo em 2008, no valor de R$ 4,875 milhões. Naquele ano, no dia 27 de dezembro, foi emitida nota de empenho relativa à emenda de Delcídio com o número 4414 em favor do governo do Estado. Em 2009, quando ocupou a relatoria do Orçamento Geral da União, o senador informa que aportou mais R$ 17 milhões para a sequência do asfaltamento. Nos últimos três anos , juntamente com o governador André Puccinelli e o deputado federal Edson Girotto ( PMDB), teria conseguido a liberação de mais R$ 20,5 milhões com os ministros Luiz Barreto e Gastão Vieira para que o prosseguimento da obras.

A obra custou R$ 75 milhões. Delcídio garante que viabilizou R$ 42,375 milhões (72%) dos R$ 58 milhões investidos pelo governo federal na obra, com contrapartida de R$ 17 milhões do Estado.

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions