A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 04 de Dezembro de 2016

18/01/2011 11:28

Delegado aciona justiça para transferir presas em Miranda

Aline dos Santos

O delegado de Miranda, Edson Luís Ruiz Ubeda, apresentou pedido de providências à justiça para que as presas sejam transferidas da delegacia para um presídio feminino.

A situação da delegacia, que de abrigo provisório para presos em flagrantes virou carceragem para condenados, também levou à Defensoria Pública a ajuizar uma Ação Civil.

Na semana passada, a justiça determinou mudanças na conduta com os detentos, sob pena de multa diária de R$ 5 mil.

Ao todo, a delegacia conta com cinco celas, sendo uma improvisada. A oito mulheres ocupam uma cela separada por um corredor e uma parede das celas ocupadas por outros 30 presos.

Não há contato direto entre presos e presas, mas a Lei 12.201, de 15 de dezembro de 2009, determina que estabelecimentos penais destinados às mulheres tenham por efetivo de segurança interna somente agentes do sexo feminino. O que não ocorre na delegacia de Miranda.

De acordo com o delegado, a delegacia não é uma cadeia pública e fazer custódia de preso não consta como sua atribuição.

O ofício do delegado foi enviado na última sexta-feira e foi recebido pelo juiz substituto Luiz Felipe Medeiros Vieira.

Justiça obriga mudança de conduta com detentos de cadeia de Miranda
Presos terão direito a banho de sol e assistência médicaA situação da cadeia pública de Miranda, distante 201 quilômetros de Campo Grande, chegou a ...
Marido agride mulher com garrafada e se tranca em casa com medo da polícia
Mulher de 42 anos foi agredida pelo marido com uma garrafada no sábado (3), após ser vista conversando com as amigas em sua casa em Dourados, distant...
Domingo é de redação no segundo dia de prova do Enem em Paranaíba
Candidatos do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em Paranaíba, distante 422 quilômetros de Campo Grande, fazem neste domingo (4) as provas de reda...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions